Livro do Mérito

Siqueira Campos cita como 'heróis da pátria' Olavo de Carvalho, Bolsonaro, Janaína, Moro e Deltan

O senador pediu a inclusão de seis nomes no Livro do Mérito, que reconhece heróis do país.

Por Arnaldo Filho 1.325
Comentários (0)

15/08/2019 09h40 - Atualizado há 1 ano
Da esquerda para direita: Bolsonaro, Olavo, Moro e Deltan

Antes de tirar licença do cargo de senador, Siqueira Campos (DEM), 91 anos, solicitou a inscrição de seis nomes no Livro do Mérito, que reconhece os feitos de grandes personalidades em prol do Brasil.

O ex-governador do Tocantins disse que esses nomes deram exemplo de “abnegação, patriotismo e invariável lealdade aos valores que engrandecem uma nação”.

“Tenho a honra de encaminhar a Vossa Excelência para inscrição no Livro do Mérito os nomes de Olavo de Carvalho, Sérgio Moro, Deltan Dallagnol, Janaína Paschoal, Eduardo Villas Bôas e Jair Messias Bolsonaro, os quais influíram decisiva e positivamente nos destinos do Brasil evitando o colapso da república que sucumbia num quadro progressivo de personalismo patrimonialista, corrupção, depressão econômica e caos ético e social”, disse Siqueira.

Siqueira afirmou que o ideal seria se esses nomes fossem incluídos nas “laudas de aço do Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria”, imortalizados no terceiro andar do Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves. Contudo, a inscrição neste livro só pode ser feita somente 10 anos após o falecimento do homenageado.

Segundo Siqueira, não fosse a atuação deles para reestabelecimento do império da lei e da ordem democrática, o Brasil teria seguido no infausto curso de deterioração institucional, usurpação do poder por quadrilhas politicamente organizadas e caos socioeconômico em que se afundou progressivamente por décadas até a catarse democrática que arrebatou o país em 2013 e culminou com o impeachment de uma presidente e o desmonte do maior esquema de corrupção história do Brasil.

“Por tudo isso, a inscrição de tais personalidades no Livro do Mérito é uma justa e merecida homenagem que o Estado presta à memória nacional bem como ao Brasil, tão bem servido e honrado nos atos e obras dos aludidos heróis”, finaliza Siqueira Campos, também encerrando sua primeira participação como Senador da República.

Siqueira pediu que os nomes sejam incluídos no Livro do Mérito

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.