Comércio

Tocantins perdeu 1.440 vagas de emprego formal de janeiro a outubro

Por Redação AF
Comentários (0)

17/12/2016 10h22 - Atualizado há 2 meses
De janeiro a outubro deste ano, o comércio tocantinense fechou 1.440 vagas de empregos formais. O número, divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), representa a diferença entre admitidos e desligados em todo o estado. Ao todo, foram contratados 14.391 trabalhadores para o comércio varejista e atacadista e demitidos 15.831. “Apesar de criar diversas oportunidades de trabalho, nosso setor também demitiu muito este ano. Esse resultado negativo não se restringe à nossa região, mas em muitos estados brasileiros”, comentou o presidente da Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni. A capital tocantinense foi responsável por 47% do total de vagas perdidas no Estado. Em Palmas, 6.035 foram admitidos e 6.725 desligados, totalizando 690 vagas de emprego eliminadas. Em Araguaína, no Norte do Estado, a variação absoluta foi de -439 e em Gurupi, na região Sul, de -160. Varejo e Atacado O varejo tocantinense foi o que mais demitiu no setor do comércio em 2016, fechando 1.209 vagas formais no estado. Foram 488 postos de trabalho eliminados em Palmas, 342 em Araguaína e 197 em Gurupi. Já o setor atacadista foi responsável pelo encerramento de 231 vagas formais no Tocantins. Ano anterior Se o resultado deste ano for comparado ao de 2015, quando 1.031 vagas formais foram perdidas, é possível perceber um aumento de 28% no total de postos de trabalho fechados. Em Palmas, essa diferença é ainda maior: 64%. Isso se deve ao fato de que, no ano passado, 243 empregos foram encerrados, contra os 690 deste ano.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.