Luto

Tocantins registra 1ª morte por coronavírus; paciente era assistente social e tinha 47 anos

Paciente foi o segundo caso confirmado no Tocantins e estava internada em estado grave.

Por Nielcem Fernandes 11.827
Comentários (0)

15/04/2020 07h20 - Atualizado há 2 anos
A servidora estava internada desde o dia 18 de março

A servidora pública Francisca Romana Sousa Chaves, 47 anos, faleceu no fim da noite desta terça-feira (13) em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Esse é o primeiro óbito registrado pela doença no Tocantins.

Hipertensa, a assistente social teve contato com a primeira paciente infectada pelo novo coronavírus no Tocantins há aproximadamente um mês. Ela estava internada na UTI de um hospital particular da capital desde o dia 18 de março.

Romana era servidora efetiva do município desde 2005 e teve uma atuação expressiva no combate à violência, inclusive sendo nomeada presidente do Núcleo de Prevenção e Assistência a Situações de Violência de Palmas (Nupav).

A prefeita Cinthia Ribeiro (PSBD) lamentou a perda da servidora. "Essa é a notícia que jamais queria dar. Perdemos a Romana, nossa amiga e querida servidora da SEMUS. É o primeiro óbito, vítima do coronavírus em Palmas. Não há palavras que traduzam o que a família está sofrendo neste momento. Nosso respeito e total solidariedade!", disse a prefeita.

"Em nome de todos os servidores do Município, transmito nossos sentimentos aos familiares e amigos da Romana. Iremos honrar tudo o que nossa querida servidora fez pela saúde pública, lutando como ela pela diminuição de perdas humanas e afetivas pelo coronavírus. Romana foi uma guerreira ao se expor involuntariamente para nos defender. O seu exemplo será inspiração para seguirmos em frente, redobrando todas as medidas que forem necessárias, seja o isolamento social ou qualquer outra, para que a vida seja sempre o primeiro valor a ser defendido. No exercício da sua profissão, Romana cumpriu com fidelidade seu compromisso de ajudar a salvar vidas. Que agora ela possa descansar em paz”, escreveu Cinthia Ribeiro.

NOTAS DE PESAR

"Na noite desta terça, 14, foi notificado o falecimento de Francisca Romana Chaves, primeira vítima no Tocantins de Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus. De 47 anos e hipertensa, Romana residia em Palmas e foi a segunda paciente confirmada no Estado.

Internada desde o dia 18/03, Romana foi diagnosticada e assistida pela rede privada da Capital, sendo acompanhada por profissionais que se dedicaram nas últimas três semanas por sua vida.

O Governo do Estado do Tocantins se solidariza com a família e amigos de Francisca e deseja força, coragem e muita união para todos aqueles que tiveram a oportunidade de conhecê-la.

Governo do Tocantins"

_____________________________

 

"É com imensa tristeza que manifesto profundo pesar pelo falecimento de Francisca Romana Sousa Chaves. Neste momento de dor, em que nós tocantinenses estamos enlutados, que a morte de Romana nos ajude a aumentar a consciência e o cuidado para superar a grave situação que enfrentamos.

Unimo-nos em oração pelo descanso de sua alma, assim como pela recuperação das vítimas da Covid-19 no Tocantins. Estendemos nossa mais sincera solidariedade a todos os familiares e amigos de Romana. Pedimos que Deus conforte todos os corações e dê forças para transformar esta dor em esperança.

Deputado federal Vicentinho Júnior e família"

_____________________________

"Com muito pesar recebemos a notícia do falecimento de Francisca Romana Sousa chaves, a primeira vítima fatal da COVID-19 em Palmas.

Servidora efetiva da Prefeitura há 15 anos, Romana foi uma mulher forte, que ajudou inúmeras mulheres, e teve uma história de luta no combate a violência contra a mulher, tendo exercido o cargo de presidente do Núcleo de Prevenção e Assistência a Situações de Violência de Palmas (Nupav).

Diante da situação desejo que os familiares e amigos encontrem o conforto necessário para superarem sua grande perda.

Vereador Milton Neris"

_____________________________

"É com imensa tristeza que venho, por meio desta, externar minhas condolências a amiga e companheira Francisca Romana Sousa Chaves, falecida ontem, 14, vítima de infecção causada pelo coronavírus (Covid-19).

Romana fazia parte do quadro da Saúde de Palmas, uma profissional dedicada, competente. Trabalhamos juntas no Núcleo de Prevenção e Assistência a Situações de Violência de Palmas (NUPAV), na luta contra a violência doméstica.  

Neste momento de sofrimento, rogo a Deus que conforte sua família e amigos, e dê forças para todos seguir em frente. Descanse em paz minha amiga!

Vereadora Laudecy Coimbra"

_______________________________

"Em nome de todos os seus membros, servidores (as), estagiários (as) e voluntários (as), a Defensoria Pública do Estado do Tocantins externa seu pesar e solidariedade à família e aos amigos da assistente social e servidora da Prefeitura de Palmas Francisca Romana Sousa Chaves, 47 anos, que faleceu na noite de ontem, 13, vítima de Covid-19.

O Núcleo Especializado em Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem) da Defensoria destaca que a morte de Romana também representa uma grande perda para a rede de proteção à mulher; ela era membro e muito atuante no Núcleo de Prevenção de Acidentes e Violência, Promoção da Saúde e Cultura da Paz (Nupav) -  fórum formado por representantes de várias instituições e entidades, instituído pela Secretaria Municipal de Saúde de Palmas em 2008. 

Conforme o Nudem, Romana era uma mulher aguerrida que fará muita falta a todos e todas deu seu convívio pessoal e também na luta em defesa dos direitos das mulheres. 

É certo que o falecimento desperta em todos os tocantinenses ainda mais tristeza pelo o que já temos acompanhado da situação em outros lugares do Brasil e do mundo diante da pandemia.  Aos familiares de Romana, toda a nossa consternação nesse momento de perda e vulnerabilidade.

Defensoria Pública do Estado do Tocantins"

________________________________

"Com profundo pesar, o Conselho Regional de Serviço Social do Tocantins (Cress-TO) lamenta a morte da Assistente Social Francisca Romana Chaves.  A profissional faleceu nessa terça-feira, 14, devido ao agravamento no seu quadro clínico de Covid-19. Prestamos nossa solidariedade com toda a família e nos colocamos à disposição neste momento de imensa dor. 

Francisca Romana tinha 47 anos e era assistente social da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), e deixa uma filha adulta.  

Nós do Conselho da 25ª Região reforçamos a continuidade das medidas de proteção ao Coronavírus em todo o Estado, com a permanência do distanciamento social, evitando-se aglomerações.   

Nenhuma luta será em vão."

__________________________________

"Lamentamos profundamente o falecimento da assistente social Francisca Romana Sousa Chaves, irmã da servidora desta Controladoria-Geral do Estado, Regiane Sousa Chaves, Gerente de Acompanhamento do PPA e Avaliação de Desempenho da Gestão Governamental.

Prestamos a nossa solidariedade à toda a família, a qual acompanhávamos em oração desde a confirmação do diagnóstico de Covid-19 da Romana, que infelizmente não resistiu à infecção causada pelo novo Coronavírus.

Neste momento de despedida, rogamos a Deus para que conforte e ampare a família e todos aqueles que a amavam e admiravam.  

Senivan Almeida de Arruda – secretário-chefe da Controladoria-Geral do Estado" 

____________________________________

Em nome de todos os seus magistrados e servidores, o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) lamenta profundamente o falecimento da assistente social Francisca Romana Chaves, ocorrido nesta terça-feira (14/4), em Palmas, por complicações causadas pelo novo Coronavírus. 

Natural de João Lisboa, no Maranhão, Romana, como era conhecida, chegou a Palmas em 2002 e, desde 8 de agosto de 2016, prestava serviços ao Judiciário tocantinense como credenciada da Equipe Multidisciplinar (GGEM), no Fórum da Comarca da Capital. 

Mãe de uma nutricionista e atualmente trabalhando na Secretaria Municipal de Palmas, Romana era uma profissional extremamente comprometida e competente. E sempre muito diligente em todos os trabalhos que realizou no âmbito do Judiciário.

Neste momento de profunda consternação e dor, o Poder Judiciário se solidariza com familiares e amigos, rogando a Deus para que conforte o coração de todos, e se une em oração pela recuperação das vítimas da Covid-19 no Tocantins.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.