TRE proíbe Marcelo de dizer que apreensão de 500 mil reais foi armação de Sandoval

Por Redação AF
Comentários (0)

21/09/2014 09h15 - Atualizado há 2 meses
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> O desembargador Ronaldo Eur&iacute;pedes, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO), proibiu o candidato a governador Marcelo Miranda (PMDB) de dizer em sua propaganda na TV que a apreens&atilde;o de R$ 504 mil em dinheiro e pris&atilde;o de quatro pessoas em Goi&aacute;s seriam uma arma&ccedil;&atilde;o do grupo governista.<br /> <br /> Segundo a Coliga&ccedil;&atilde;o de Sandoval Cardoso, Marcelo tentou &quot;confundir os eleitores&quot; contestando fatos noticiados em v&aacute;rios telejornais do Pa&iacute;s. <em>&quot;Os argumentos de Marcelo para contestar os fatos que tem a Pol&iacute;cia Civil do Estado de Goi&aacute;s como fonte oficial, s&atilde;o fotos descontextualizadas dos presos, publicadas em redes sociais com pessoas p&uacute;blicas, sendo uma delas Sandoval Cardoso, que &eacute; candidato a Governador e tem tirado milhares de fotos todos os dias&quot;</em>, disse a Coliga&ccedil;&atilde;o governista.<br /> <br /> Para a Coliga&ccedil;&atilde;o de Sandoval, de acordo com as informa&ccedil;&otilde;es da Pol&iacute;cia Civil do Estado de Goi&aacute;s, est&aacute; comprovada a liga&ccedil;&atilde;o do grupo com a campanha de Marcelo Miranda. &quot;<em>Segundo os policiais civis de Goi&aacute;s, Evaldo Marques Pereira, Glaiton Silvio Simpl&iacute;cio de Campos e o delegado Rilmo Braga, registraram nos dois autos de pris&atilde;o, Douglas Marcelo Alencar Schimidt &eacute; quem faz os pagamentos da campanha eleitoral do candidato a governador Marcelo Miranda (PMDB)&quot;</em>, afirmou o grupo governista.<br /> <br /> Na decis&atilde;o, Ronaldo Eur&iacute;pedes determina a suspens&atilde;o imediata da propaganda citada sob pena de multa di&aacute;ria de R$ 5 mil em caso de descumprimento.<br /> <br /> A Assessoria Jur&iacute;dica da coliga&ccedil;&atilde;o &ldquo;A mudan&ccedil;a que a gente v&ecirc;&rdquo;, do candidato Sandoval Cardoso, requereu ao magistrado o envio de c&oacute;pias dos presentes autos ao Minist&eacute;rio P&uacute;blico Eleitoral com a finalidade de que se proceda a den&uacute;ncia de Marcelo Mirada, referentes aos supostos crimes que teriam sido por ele perpetrados, constantes nos artigos 323, 324 e 325 do C&oacute;digo Eleitoral (cal&uacute;nia, difama&ccedil;&atilde;o e divulga&ccedil;&atilde;o de informa&ccedil;&otilde;es absolutamente inver&iacute;dicas).</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Tocantins

Nove pessoas são infectadas com doença de Chagas após ingerir suco de bacaba

O Tocantins já tinha registrado dois casos da doença em 2018.

Salário de até R$ 3,5 mil

Concurso público oferta 845 vagas em Marabá, a menos de 300 km de Araguaína

As inscrições serão realizadas de 12 de dezembro deste ano a 10 de janeiro de 2019.

Presidente eleito

TSE diploma Bolsonaro como novo presidente da República com mandato até 2022

A cerimônia vai ocorrer a partir das 16 horas, no plenário da Corte. Bolsonaro foi eleito para mandato de 2019 a 2022.

Anatel

Bloqueio de celulares piratas começa hoje no Tocantins e em mais nove Estados

Mensagens foram encaminhadas aos usuários no dia 23 de setembro, 50 dias e 25 dias antes do bloqueio.

Prefeitura doa área

Implantação de indústria de vidros deve gerar 50 empregos diretos em Gurupi

A empresa já tem uma sede em Araguaína e irá expandir os negócios pelo Estado do Tocantins.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.