Um mês depois da polêmica, PGJ diz que promotor Alzemiro não se sentirá "amedrontado" com Dimas

Por Redação AF
Comentários (0)

01/06/2015 11h10 - Atualizado há 1 semana
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> Um m&ecirc;s depois do epis&oacute;dio pol&ecirc;mico envolvendo o prefeito de Aragua&iacute;na, Ronaldo Dimas, e o promotor Alzemiro Freitas, o Procurador-Geral de Justi&ccedil;a, Clenan Renaut de Melo, resolveu sair em defesa do membro do Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE).<br /> <br /> No dia 28 de abril, o promotor, que &eacute; titular da Promotoria do Patrim&ocirc;nio&nbsp; P&uacute;blico, protocolou na Justi&ccedil;a o segundo pedido de afastamento do prefeito e, dessa vez, tamb&eacute;m da secret&aacute;ria de A&ccedil;&atilde;o Social, Cleomar Ribeiro, por ac&uacute;mulo indevido de cargos. Surpreso com a a&ccedil;&atilde;o, Ronaldo Dimas classificou o pedido de afastamento, em rela&ccedil;&atilde;o a sua pessoa, como &quot;infundado&quot; e solicitou &agrave; Corregedoria do Minist&eacute;rio P&uacute;blico e ao Conselho Nacional do &oacute;rg&atilde;o (CNMP) que apurasse a conduta do promotor.<br /> <br /> Para o prefeito Dimas, as a&ccedil;&otilde;es de Alzemiro seriam uma &quot;antecipa&ccedil;&atilde;o do processo eleitoral&quot; de 2016 e estariam extrapolando suas atribui&ccedil;&otilde;es, ao utilizar do cargo de forma pol&iacute;tica para prejudicar a gest&atilde;o municipal e tirar a credibilidade de Aragua&iacute;na.<br /> <br /> No dia 12 de maio a Justi&ccedil;a determinou o afastamento da secret&aacute;ria Cleomar Ribeiro, mas disse que n&atilde;o havia provas para o afastamento do prefeito e considerou que afast&aacute;-lo do cargo seria uma &quot;medida extrema&quot;. J&aacute; o primeiro pedido de afastamento, feito no final do ano passado, ainda n&atilde;o foi analisado pela Justi&ccedil;a.<br /> <br /> <u><strong>Procurador Geral se manifesta &nbsp;um m&ecirc;s depois</strong></u><br /> <br /> Um m&ecirc;s depois desse epis&oacute;dio, o chefe do Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual disse que Alzemiro tem realizado &ldquo;importante e destacado trabalho&rdquo; &agrave; frente da Promotoria de Justi&ccedil;a do Patrim&ocirc;nio P&uacute;blico de Aragua&iacute;na.<br /> <br /> Clenan Renaut de Melo afirmou tamb&eacute;m que a atua&ccedil;&atilde;o do promotor tem sido feita com responsabilidade, discri&ccedil;&atilde;o e firmeza de car&aacute;ter, sem fazer alarde de seu brilhantismo funcional. <em>&quot;Tenho a certeza de que n&atilde;o se abater&aacute; nem muito menos sentir-se-&aacute; amedrontado diante das &uacute;ltimas afirma&ccedil;&otilde;es oriundas do Poder Executivo da municipalidade de Aragua&iacute;na, posto que o nobre colega est&aacute; fazendo nada mais do que o desempenho de suas fun&ccedil;&otilde;es estabelecidas pela Constitui&ccedil;&atilde;o Federal, cumprindo fielmente o papel do Minist&eacute;rio P&uacute;blico, ou seja, incumbindo-se da defesa da ordem p&uacute;blica, do regime democr&aacute;tico e dos interesses sociais e individuais indispon&iacute;veis, diligenciando sempre, com prud&ecirc;ncia e severidade de ju&iacute;zo</em>&quot;, disse o Procurador-Geral de Justi&ccedil;a.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.