Saúde

UTI Pediátrica de Araguaína completa dois anos como referência na Região Norte do Brasil

Unidade foi a primeira do Tocantins a fazer cirurgia cardíaca pediátrica com sucesso em um recém-nascido.

Por Redação
Comentários (0)

21/07/2020 16h29 - Atualizado há 2 semanas
UTI Pediátrica foi implantada em 2018

Com um investimento de R$ 440 mil, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Municipal de Araguaína (HMA) Doutor Eduardo Medrado já atendeu mais de 300 crianças desde a sua implantação em 2018. Abrindo inicialmente com cinco leitos, hoje o local conta com 10 leitos de UTI pediátrica e se tornou referência para toda a Região Norte do Brasil.

Nesta semana, a UTI Pediátrica do HMA completou dois anos de existência e vem ampliando os serviços oferecidos desde a sua implantação. De acordo com o diretor técnico de hospital e coordenador da UTI, Marcio Miranda, a estrutura disponível hoje está equiparada a de grandes centros brasileiros, oferecendo tratamentos modernos pioneiros no Estado do Tocantins.

“Nós fomos a primeira UTI pediátrica do Estado a ter óxido nítrico, telemetria para monitorar os indicadores de cada paciente, além do uso de laser no tratamento de feridas e a vacinação Palivizumabe, aplicada em crianças prematuras e com doenças crônicas que só era oferecida em Palmas até então”, explicou o diretor do hospital.

Cirurgias cardíacas

Atualmente, o Hospital Municipal de Araguaína é referência na região norte do Brasil na realização de cirurgias cardíacas pediátricas, sendo o terceiro a implantar o serviço em toda a região. Até então crianças que necessitavam de uma cirurgia cardíaca eram transferidas para hospitais de estados como Goiás e Minas Gerais.

Em menos de um ano, 27 crianças já foram salvas com o procedimento que também já está sendo realizado em recém-nascidos. Caso essas crianças tivessem que ser transferidas para outros estados, o custo ultrapassaria os R$ 9,5 milhões, suficientes para custear toda a operação da UTI pediátrica por quase um ano.

“Nós fomos o primeiro hospital do Tocantins a realizar uma cirurgia cardíaca em um recém-nascido. Essas conquistas mostram o empenho da equipe e o crescimento da nossa unidade para ganhar reconhecimento nacional, que é algo que já vem acontecendo”, completou Miranda.

Humanização

Além das cirurgias que estão ajudando dezenas de crianças do Tocantins, a UTI do HMA também realiza um trabalho de humanização durante o tratamento dos pacientes, com visitas dos pais 24h, sala de conforto para os acompanhantes, cão terapia e outras atividades que têm como objetivo melhorar o processo de recuperação.

A UTI pediátrica é uma grande vitória não apenas para a população de Araguaína, mas para todo o estado do Tocantins. Em dois anos de muito esforço podemos dizer que realmente toda a equipe está de parabéns pelas enormes conquistas e pelo serviço de qualidade oferecido às crianças”, destacou a secretária municipal da Saúde, Ana Paula Abadia.

Captação de órgãos

Com a implantação da UTI pediátrica, o Hospital Municipal de Araguaína também realizou a primeira captação múltipla de órgãos do Tocantins em uma criança.

Durante o evento de comemoração de dois anos da UTI, a mãe da primeira doadora recebeu uma homenagem dos profissionais do hospital. Hellem Christinny tinha 7 anos, deu entrada no HMA no mês de junho com um tumor no cérebro e não resistiu à cirurgia.

“Perder um filho é algo muito doloroso e inexplicável, mas a dedicação dos profissionais do hospital durante toda a luta da minha filha me conforta. É gratificante saber que hoje outras mães estão podendo sorrir graças a minha filha”, contou a mãe da criança doadora.  

(Felipe Maranhão/prefeitura)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.