Eleições 2022

Vice-governador nega discussão sobre sucessão de Carlesse e diz que foco é a Covid-19

Conforme bastidores, Wanderlei disputaria o Governo e Carlesse tentaria vaga no Senado.

Por Redação
Comentários (0)

31/07/2020 09h40 - Atualizado há 4 dias
Wanderlei Barbos (esq.) e Mauro Carlesse

O vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa (sem partido), afirmou que sua preocupação no momento não é com as eleições de 2022 e sim a atual situação que o Estado e o Brasil passam diante da pandemia causada pela covid-19.

A afirmação foi dada após comentários e especulações levantadas recentemente nos bastidores da política tocantinense quanto as eleições de 2022.

Uma dessas especulações aponta que Wanderlei já estaria debatendo com aliados a candidatura a governador do Tocantins para suceder Mauro Carlesse, que tentaria uma vaga no Senado Federal.

No entanto, o vice-governador ressaltou que nunca debateu o processo eleitoral para escolha do próximo governador e disse que as eleições de 2022 serão debatidas em seu momento oportuno.

Ele também afirmou que ficou surpreso com o noticiado, fato que classificou como um debate "precoce e inoportuno" e que servirá apenas para causar instabilidade no Governo e no grupo de apoio ao governador.

O momento não é para tratar de eleição de 2022. O Tocantins e o Brasil enfrentam uma pandemia. Nós temos que nos debruçar sobre isso e não tratar de eleição de maneira extemporânea, não estamos discutindo este assunto, que será tratado no momento certo, não agora”, afirmou.

O vice-governador ainda reafirmou que a sua prioridade, assim como a do Governo do Estado, é a saúde da população do Tocantins para conter ao máximo a pandemia causada pelo coronavírus, além do engajamento da garantia econômica e bem-estar da população.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.