Araguaína

Caseiro de chácara morre envenenado em Araguaína e PM acha documentos queimados

Vítima teria dito que foi obrigada a tomar o veneno. Mas há suspeita de ele mesmo tomou o produto e se arrependeu.

Por Márcia Costa 4.419
Comentários (0)

11/06/2019 11h45 - Atualizado há 2 meses
Documentos da vítima estavam queimados

Um homem identificado apenas como Deoclécio morreu envenenado na manhã desta terça-feira (11) na Chácara Instância da Vida, zona rural de Araguaína.

A Polícia Militar informou que foi acionada para atender um suposto latrocínio no qual a vítima teria sido obrigada a tomar veneno usado para matar ratos.

Segundo vizinhos, a vítima trabalha como caseiro numa chácara e chegou pela madrugada pedindo socorro. Na ocasião, o homem disse que tinha sido obrigada a tomar veneno. O Samu também foi acionado, mas já encontrou o homem morto.

A PM esteve na chácara onde o caseiro morava e disse que não identificou sinais de que outra pessoa esteve no local. No entanto, os pertences da vítima, incluindo os documentos pessoais, estavam todos queimados.

Ainda segundo a PM, dias antes, a vítima foi trazida para Araguaína para fazer consulta médica, pois estava vendo pessoas mortas e tendo alucinações.

Na chácara, a PM encontrou o frasco de veneno. Uma das hipóteses é que Deoclécio tomou o veneno e depois se arrependeu.

Cozinha da casa
Corpo do caseiro
Chácara onde o caseiro trabalhava

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.