Possível latrocínio

Servidor público é encontrado morto com sinais de estrangulamento em Palmas

O servidor era pioneiro da capital e efetivo no estado desde o ano 2000

Por Nielcem Fernandes 4.458
Comentários (0)

23/05/2019 09h26 - Atualizado há 3 semanas
Luis Carlos tinha 51 anos e começou a trabalhar na Saúde ainda em 1996

O corpo do servidor Luis Carlos Coelho, 51 anos, foi encontrado com sinais de enforcamento dentro de sua própria residência localizada na Quadra 606 Sul na noite desta quarta-feira (22). Uma irmã do servidor sentiu sua falta e acionou um chaveiro para entrar na residência.

Segundo informações de amigos e familiares, o carro e os documentos do servidor não foram encontrados, o que levanta a suspeita de que ele tenha sido vítima de latrocínio.

A Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoal (DHPP) já está investigando o caso. Luis Carlos trabalhava na Secretária de Estado da Saúde e será enterrado em Goiatins, região norte do Estado.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nota de pesar lamentando o falecimento do servidor.

"A Secretaria de Estado da Saúde e seus servidores lamentam o falecimento do servidor Luis Carlos Carmo Coelho, 51 anos, toda  equipe está consternada com a perda de um grande amigo e irmão.

Luis Carlos é pioneiro e servidor efetivo do Estado desde o ano 2000, mas seus préstimos para a população tocantinense iniciaram no ano de 1991, quando trabalhou na cidade Miracema, depois foi transferido para Palmas.  Em 1996 iniciou sua jornada de trabalho na Saúde e desde então vinha desenvolvendo seu trabalho com grande presteza e dedicação com os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)".

+ Carro de servidor público assassinado dentro de casa é encontrado em Araguaína

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.