UFNT

Criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins pode estar ameaçada

O presidente Jair Bolsonaro retirou do Congresso projetos de criação de universidades no AM.

Por Redação 2.550
Comentários (0)

05/04/2019 11h11 - Atualizado há 5 meses

A criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT) pode estar ameaçada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A proposta já foi aprovada na Câmara dos Deputados e encaminhada para análise no Senado Federal.

O temor é que a UFNT tenha o mesmo destino das duas novas universidades federais que seriam criadas no Estado do Amazonas. O presidente Bolsonaro retirou o projeto de tramitação no Congresso Nacional sem apresentar justificativas.  

As instituições ficariam no interior do Amazonas: a Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas (Ufembam) e a Universidade Federal do Médio e Alto Solimões (Ufemas). Além delas, Bolsonaro também retirou três projetos de criação de institutos federais em São Paulo e Bahia.

O Projeto de Lei que tratava dessas criações foi assinado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB) no fim do ano passado.

À Revista Fórum, o deputado federal José Ricardo (PT-MA) falou sobre a retirada dos projetos feita por Bolsonaro e classificou a medida como ‘retrocesso’.

O governo atual não tem interesse em fortalecer o ensino superior. Vi isso na audiência com ministro da Educação [Ricardo Vélez Rodríguez]. Indaguei a ele, que, secamente, falou que não é prioridade e não tem recursos”, contou o parlamentar.

A proposta é que a Universidade Federal do Norte do Tocantins assuma a estrutura da Universidade Federal do Tocantins (UFT) em Araguaína e Tocantinópolis, e abra extensões em Xambioá, Colinas do Tocantins, Filadélfia e Guaraí.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.