Repaginada

Após 15 anos de pesquisas, cientistas apresentam pequi sem espinho em Goiás e dividem opiniões

A muda, que está em fase de conclusão, será disponibilizada no mercado para venda em breve

Por Redação 2.232
Comentários (0)

04/02/2020 12h04 - Atualizado há 2 semanas
Segundo a Emater, em breve todos acesso a fruta repaginada

Querido por muitos brasileiros e preferidinho dos goianos, o pequi ganhou uma repaginada. A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) anunciou este ano o fruto sem espinhos.

Foram mais de 15 anos para os cientistas chegarem ao resultado. A muda, que está em fase de conclusão, será disponibilizada no mercado para venda. Atualmente, os 1.500 pés de pequi sem espinhos são cultivados apenas na Estação Experimental Nativas do Cerrado, instalada no Centro de Treinamento da Emater.

Segundo o órgão, o trâmite legal para a comercialização da planta já está em andamento e em breve todos terão acesso a fruta repaginada.

Era uma vez...

Há 15 anos um agricultor da cidade de Cocalinho, Mato Grosso, percebeu que um de seus pés de pequi produziam o fruto sem espinhos. O produtor teve então a ideia de reproduzir as mudas daquele pé. Sem sucesso, o agricultor procurou a Emater e apresentou o fruto diferenciado.

A partir de então, o órgão dedicou uma equipe de cientistas a estudar uma forma de reproduzir as mudas do pequi sem espinhos.

Depois da notícia, muitos apaixonados pelo fruto questionaram a 'repaginada' nas redes sociais. Para uns, a novidade é bem-vinda, para outros, nem tanto.

E você? O que acha dessa novidade?

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.