Dores no quadril

Atleta de Araguaína deixa maratona de Tóquio a menos de 10 km da linha de chegada

Por Redação AF
Comentários (0)

01/03/2016 09h19 - Atualizado há 1 mês

Sentindo muita dor no quadril do lado direito, o tocantinense Antônio Wilson abandonou a Maratona de Tóquio no km 32 a menos de 10 km do final da prova, na manhã do último domingo no Japão (final da noite de sábado no Brasil). “Fiquei bastante chateado pois treinei muito. Estava sentido bem na prova. Quando começa uma dor do nada e faz a gente parar deixa a pessoa muito para baixo”, lamentou o atleta, que é natura de Araguaína. O tocantinense buscava o índice de uma das três vagas para a disputa das Olimpíadas do Rio, em agosto.

Corrida

Antônio Wilson conta que saiu no segundo pelotão passado, quando estava no km 10 fazia o tempo de 29"54, No 15 km estava marcando o tempo de 15"25. Já na Meia Maratona fazia o tempo de 1"04"40

“ Fui bem até o km 30 eu estava correndo para 2"10"35 foi quando senti muita dor no quadril do lado direito, parecia que tinha uma faca me cortando. Aí tive que parar no km 32, fiz ainda duas tentativas querendo voltar, mas a dor era forte e não consegui”, disse o corredor que acreditava terminar a prova fazendo uma média de 2”10”35.

A próxima Maratona no início de abril em Milão, ele descartou, pois não sabe como estará em relação as dores que sentiu em Tóquio e terá uma nova tentativa dia 29 de abril em Hamburgo, na Alemanha. Ele chega hoje ao Brasil. (Reinaldo Cisterna - JTo)

Comentários (0)

Mais Notícias

Redes Sociais

Menos de 10% das imagens que circulam no WhatsApp são verdadeiras, diz pesquisa

Levantamento foi feito em 347 grupos verificou fotomontagens e mensagens falsas.

Festa

Turnê 'Buteco do Gusttavo Lima' desembarca em Palmas no dia 1º de dezembro

O 'Buteco' terá a locução do apresentador Cuiabano Lima.

FORA DO AR

YouTube fica fora do ar por mais de 1h no mundo inteiro na noite desta terça

Site de vídeos apresentou erros, assim como os aplicativos para smart TVs e smartphones

Em 2019

Após AnaVitória, gêmeas Maiara e Maraísa vão estrear comédia no cinema

A dupla que cresceu em Araguaína aguarda apenas um ajuste na agenda para marcar presença no longa.

Saúde Mental

Não chame de ansiedade: 8 exemplos de como banalizamos as doenças mentais

Frequentemente utilizamos na linguagem cotidiana termos sobre transtornos que incapacitam. Às vezes, levam ao desrespeito dos direitos das pessoas afetadas por essas doenças

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.