Sustentabilidade

Horta sustentável reaproveita pneus velhos e água do ar-condicionado em Araguaína

Por Redação AF
Comentários (0)

12/06/2018 14h47 - Atualizado há 2 semanas
O uso de pequenos espaços e o reaproveitamento de água para a produção de alimentos são destaques do projeto de horta sustentável, desenvolvido pela Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria do Meio Ambiente. Os técnicos já viabilizaram a implantação de 10 hortas em escolas municipais e estaduais, casa de acolhimento Ana Carolina e Casa da Saúde Indígena (Casai). Na última sexta-feira (8), foi a vez da Escola Municipal Aurélio Buarque de Holanda, no setor Dom Orione, receber o projeto. Pneus inservíveis, que iriam para descarte, viraram canteiros em espaços antes pouco usados nas escolas, como fundos e corredores. A água usada para regar as hortaliças é captada no dreno dos aparelhos de ar-condicionado das salas de aula, por meio de canos que desaguam em um latão. De acordo com o coordenador de educação ambiental da Prefeitura, Francisco Tibério Dias, o consumo dos aparelhos viabiliza a captação de até 20 litros de água por dia. “A água é captada no latão e pode ser usada não só para aguar as plantas, mas para lavar roupa, veículos e o chão. Eu mesmo adaptei um sistema assim em casa, que utilizo para meus serviços domésticos. É barato, simples de fazer e muito eficiente”. Já sobre o canteiro, o coordenador explica que é preciso apenas quatro pneus, três para dar suporte ao primeiro que terá terra preparada para o plantio das hortaliças. “Pensamos neste modelo de horta para que a pessoa possa trabalhar de pé, ela fica na altura do peito. Nos três primeiros pneus se coloca terra, bem socada, para dar sustentação. E na quarta é preciso preparar a terra para o plantio, são 50% argila, 30% terra preta e 20% de esterco bem curtido. Não é preciso de nada químico, a horta é totalmente orgânica”, explica Dias. Na escola, para sala de aula e cantina A diretora da Escola Municipal Aurélio Buarque de Holanda, Shirley Coelho Ferreira, disse que já procurava um método para instalação de uma horta na unidade, pois o espaço físico é pequeno. “Quando a equipe da Secretaria do Meio Ambiente me contatou, eu aprovei na hora. A horta vai ser usada para aulas e para agregar valor nutritivo à merenda”. A diretora ainda diz que a horta será exemplo para incentivar os pais na produção junto aos filhos. A inauguração da nova horta foi um momento especial para todos da escola. A turma da 3ª série fez uma apresentação especial para os colegas. O aluno Paulo Ferreira, de 9 anos, se vestiu de Senhor Rúcula para contar aos amigos sobre os benefícios da hortaliça. Emanuelly Santos, de 8 anos, representou a Senhora Hortelã e falou sobre seu sabor. Da escola para casa Jairo e Francismara Ribeiro, 46 e 41 anos, foram à escola buscar o filho Rodrigo, da 1ª série, e aproveitaram a oportunidade para conhecer a horta sustentável. “Eu já cheguei a adaptar o dreno do ar-condicionado para cair no jardim de inverno de casa. Meu amigo dizia que iria matar as plantas, mas sempre ficava verdinha. Quer dizer que funciona então, só não sabia ainda que daria para produzir alimentos”, comentou o advogado. (Flávio Martin)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.