Augustinópolis

Homem que matou empresário diz ter sido agredido por dívida de 20 reais após jogo de baralho

Investigações da polícia vão ser intensificadas para apurar a real motivação do crime.

Por Redação 1.134
Comentários (0)

18/06/2024 17h55 - Atualizado há 1 mês
Empresário foi morto com um tiro de espingarda na cabeça

Notícias do Tocantins - O principal suspeito de matar o empresário Thiago Borges da Silva em Augustinópolis, no Bico do Papagaio, compareceu no complexo de delegacias da Polícia Civil da cidade acompanhado de seu advogado e se entregou no final da tarde desta terça-feira (18/06).

A Justiça já havia decretado a prisão temporária do suspeito pelo prazo inicial de 30 dias. Ele foi identificado pela Polícia Civil apenas pelas iniciais O. F. P. S.. O crime ocorreu no último domingo (16).

Ao ser ouvido na delegacia, o suspeito disse que, pouco tempo antes do crime, havia sido agredido pelo empresário em via pública devido a uma dívida de R$ 20,00 de um jogo de baralho.

Ainda segundo o suspeito, por estar embriagado e de “cabeça quente” por conta da agressão, pegou uma espingarda calibre 28, emparelhou o seu veículo com o automóvel do empresário e efetuou um disparo em sua direção.

"A Polícia Civil entende que, por ora, a prisão do investigado é imprescindível às investigações, principalmente para garantir a colheita de provas sobre o crime. Ou seja, vamos intensificar as investigações, examinando minuciosamente os fatos que gravitam em torno desse homicídio, ponto a ponto, principalmente sobre a sua motivação, buscando entender efetivamente o que ocorreu no dia", destacou o delegado Jacson Wutke.

A autoridade policial também afirmou que a comunidade de Augustinópolis pode ficar tranquila, pois se tratou de um caso isolado. “Basicamente, estávamos há seis meses sem homicídios em nossa cidade. No domingo, infelizmente uma briga banal de bar acabou resultando nessa tragédia. De toda forma, as Forças de Segurança demonstraram o seu comprometimento com a manutenção da ordem pública na cidade de Augustinópolis, destacando que a sua atuação firme é voltada justamente para garantir que ninguém mais precise enterrar um amigo ou parente por crimes assim”, concluiu o delegado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.