Setor Monte Sinai

Jovem confessa que matou ex-presidiário por ser membro de facção rival em Araguaína

O autor tem 18 anos e confessou o crime na delegacia.

Por Conteúdo AF Notícias 3.249
Comentários (0)

16/07/2021 10h28 - Atualizado há 2 meses
Luís Fernando preso

O principal suspeito de matar o ex-presidiário Carlos Eduardo da Silva, de 33 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (16) em uma residência localizada a cerca de 500 metros da casa onde o crime foi praticado em Araguaína.

Carlos Eduardo foi morto a tiros no Setor Monte Sinai na madrugada desta quinta-feira (15), cerca de 15 dias após ter deixado a prisão. O corpo dele foi encontrado por uma irmã.

Identificado como Luís Fernando Borges da Costa, de 18 anos, o autor confessou o crime na delegacia e disse que a motivação do crime é o fato de a vítima supostamente pertencer a uma facção criminosa rival à sua.

Além disso, Luís Fernando passou na frente da casa da vítima antes do crime e fez o símbolo de uma facção na direção de Carlos Eduardo, imaginando que seria um amigo. No entanto, o homem de 33 anos afirmou que iria 'comer' os dedos do jovem.

A prisão foi realizada pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e contou com o apoio do serviço de inteligência da Polícia Militar. Os agentes também cumpriram mandado de busca na residência de Luís Fernando, mas a arma utilizada no crime não foi localizada.

Quando menor de idade, o autor já teve passagem por ato infracional análogo a roubo. Ele está recolhido na Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA).

Carlos Eduardo

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.