Decisão Inédita

Travesti presa na CPPA é transferida para presídio feminino por decisão da justiça

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

09/06/2018 16h29 - Atualizado há 1 semana
A travesti Kellyta Rodrigues de Sousa, de 29 anos, presa temporariamente na última quinta-feira (7), acusada de participação na morte de Marclei de Sousa Lima, nome social 'Vitória Castro', em abril de 2017, foi transferida para um presídio feminino após uma decisão inédita da Justiça. O juiz Antônio Dantas de Oliveira Júnior, da 2ª Vara Criminal de Execução Penal da Comarca de Araguaína, decidiu pela transferência por entender que os direitos da acusada foram desrespeitados. "Os direitos humanos precisam sair do papel e serem cumpridos, é que o discurso, por si só, é um natimorto", destacou. A decisão atende solicitação da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) por meio do Núcleo Aplicado de Defesa das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac) de Araguaína. Segundo o defensor Sandro Ferreira Dias, esta é a primeira decisão no Tocantins com esse entendimento. “Perceba-se os riscos de colocar, em qualquer unidade masculina, uma pessoa que se apresenta fisicamente feminina, com personalidade feminina, sendo mulher em toda essência. Tamanha violação significa criar instabilidade no sistema prisional masculino e expor a pessoa trans ao risco de morte e violência, inclusive sexual”, alertou o defensor. A Secretaria de Cidadania e Justiça, que administra o sistema prisional, disse que a transferência já foi feita e que Kellyta está em uma cela isolada na Cadeia Pública de Babaçulândia. Decisão A determinação é que o Estado do Tocantins realize, imediatamente, a transferência da travesti para “estabelecimento prisional compatível com a sua respectiva orientação sexual”. Entenda o caso A prisão temporária da travesti ensejou, imediatamente, pedido da Defensoria Pública para providências a fim de garantir a integridade física e dignidade da pessoa humana, em suas condições individuais. Leia mais: http://afnoticias.com.br/travesti-e-acusada-de-matar-colega-por-disputa-de-ponto-de-prostituicao-em-araguaina/

Comentários (0)

Mais Notícias

Lagoa da Confusão

Morador de rua é suspeito de matar colega quatro dias depois de sair da prisão

Conforme a Polícia Civil, Lucilo Soares demonstrou total frieza ao narrar os fatos.

Região norte

Polícia Civil prende principal suspeito de matar idoso a facadas em Xambioá

O idoso foi morto no dia 21 de julho e o suspeito tinha fugido para a cidade de São Geraldo do Araguaia, no Pará.

Acidente fatal

Mulher morre em colisão entre motocicleta e carro no centro de Araguaína

O acidente ocorreu na esquina da Avenida Castelo Branco com a rua Rui Barbosa. A mulher morreu na hora.

Em Araguaína

Em vídeo, mulher desmente boato que viralizou nas redes sociais em Araguaína

Um áudio afirmava que a mulher simulava pedir esmola para dois homens armados assaltar os moradores.

Crime bárbaro

Acusado de matar homem e comer fígado assado é condenado a 12 anos em Palmas

O crime ocorreu em agosto de 2011, na Colônia de Pescadores do Setor Taquari, nas proximidades do Lago de Palmas.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.