Edgar Tollini

Secretário tem 3 dias para explicar falta de medicamentos de alto custo em Araguaína

Os fármacos que estão em falta são o “Octreotida” e “Abirterona”.

Por Redação
Comentários (0)

27/05/2021 14h35 - Atualizado há 2 meses
Edgar Tollini foi oficiado nesta quarta, 26

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) oficiou, nesta quarta-feira (26), o secretário estadual da Saúde, Edgar Tollini, a prestar informações e as providências acerca da falta de medicamentos de alto custo para o tratamento oncológico aos pacientes em tratamento na UNACON - Araguaína, que é gerida pela empresa Oncoradium (Centro Integrado de Tratamento Oncológico).

A constatação do MPTO é de que os fármacos 'Octreotida' e 'Abirterona', ambos pertencentes ao grupo de medicamentos de alto custo, de responsabilidade da SES, estão em falta, segundo informações da Oncoradium.

Em resposta ao ofício da 5ª Promotoria de Justiça de Araguaínam a empresa explicou que os pedidos mensais dos pacientes e a quantidade exata estão sendo direcionados à coordenação de Farmácia do Hospital Regional de Araguaína, a qual encaminha o pedido à SES para atendimento da demanda.

O prazo para o secretário encaminhar as informações requisitadas é de três dias.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.