Sobral – 300×100
Seet

Agente da Casa de Prisão Provisória de Araguaína sofre parada cardíaca e morre no HRA

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O agente morreu nesta segunda-feira, 09

Márcia Costa//AF Notícias

No inicio da tarde desta segunda-feira (09/01), morreu o agente administrativo da Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), Cícero Silva Farias Neto, de 37 anos. Ele veio a óbito após dar entrada no Hospital Regional de Araguaína sentindo fortes dores no peito.

De acordo com familiares, Cícero morava com a família na cidade de Babaçulândia e trabalhava há cerca de cinco anos na CPPA. Os familiares relataram ainda que alguns meses atrás Cícero estava sentindo dores no peito e chegou a fazer exames, mas nenhum médico avaliou os resultados, porque em Babaçulândia não teria profissional que atendia pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesta segunda-feira, Cícero estava de folga e logo cedo começou a ter inchaços pelo corpo e a sentir fortes dores no peito, quando familiares resolveram levá-lo ao Hospital Regional. Logo ao dar entrada na unidade ele teve duas paradas cardíacas e não resistiu.

Os amigos de trabalho de Cícero afirmaram que ele era humilde, companheiro e um homem tranquilo.

Comentários pelo Facebook: