Seet
Sobral – 300×100

Autor de homicídio em Araguaína é liberado por demora da justiça em decretar prisão

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Railton Borges dos Santos foi liberado em Balsas, no Maranhão

O acusado de matar o araguainense José Alcebides Resplandes de Morais, de 55 anos, passou o fim de semana preso na cidade de Balsas, Estado do Maranhão, mas foi liberado por demora da Justiça do Tocantins em expedir o mandado de prisão solicitado pela Polícia Civil.

Railton Borges dos Santos, de 41 anos, é acusado de matar a vítima com golpes de faca na noite do último dia 17 de outubro, durante uma discussão por causa de som automotivo em um bar nas proximidades da Feirinha.

Ele estava detido no Maranhão por fato relacionado à Lei Maria da Penha e deixou a cadeia após audiência de custódia, nesta segunda-feira (23). Railton teria confessado o crime praticado em Araguaína enquanto estava preso.

A Polícia Civil do Tocantins representou pela prisão do acusado e teve parecer favorável do Ministério Público Estadual, mas o judiciário não conseguiu expedir o mandado de prisão antes que ele fosse liberado.

Familiares manifestaram indignação com o Judiciário de Araguaína. Eles relataram que passaram o todo o fim de semana ‘correndo atrás’ das autoridades competentes que pudessem auxiliar no caso, mas nada adiantou. “Sabemos que ele [juiz] tem um prazo legal para avaliar [o pedido], mas em um caso como esse acreditamos que deveria ter tido um pouco mais de comprometimento, já que não havia dúvidas sobre o assassino, pois há testemunhas oculares”, relata a família.

Railton Borges é ex-presidiário e já tem passagens pelos crimes de roubo, furto e homicídio. A família de Alcebides Resplandes teme que ele faça outras vítimas estando solto. “Com isso, esse elemento que já é autor de vários outros crimes, inclusive de outro homicídio, está aí solto podendo a qualquer momento matar outro cidadão de bem e fazer com que outras famílias passem pelo sofrimento que estamos passando”, lamentam.

ENTENDA

Alcebides Resplandes foi morto a facadas durante uma discussão num bar na Rua Tiradentes, região da Feirinha, em Araguaína, na noite do dia 17 de outubro. A Polícia Militar disse que a vítima estava ingerindo bebida alcoólica com um grupo de amigos quando o suspeito se aproximou.

Ele pediu uma cerveja para beber, mas Alcebides se recusou a dar e teve início a discussão, também motivada pelo som do carro da vítima. Num determinado momento, Railton Borges sacou uma faca e desferiu aproximadamente três golpes na altura do peito de Alcebides. A vítima morreu no local e o autor fugiu.

LEIA MAIS

Discussão em bar por causa de som automotivo termina em homicídio na Feirinha

Comentários pelo Facebook: