BB é condenado a indenizar cliente que ficou 2h na fila à espera de atendimento

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Banco do Brasil foi condenado a indenizar o cliente

O Banco do Brasil foi condenado a pagar R$ 5 mil de indenização por dano morais a um correntista que ficou mais de duas horas aguardando atendimento em fila. A sentença é do juiz José Carlos Ferreira Machado, do Juizado Especial Cível de Colinas do Tocantins.

Conforme o processo, o cliente João Lucas Ferreira Souto foi a uma agência do Banco do Brasil, em Colinas, realizar algumas transações financeiras e aguardou por tempo excessivo na fila do banco. Segundo extrato de atendimento, a retirada da senha foi feita às 12h04 e o atendimento só teve início às 14 horas.

Para o magistrado, a relação instituição financeira-correntista caracteriza-se uma relação de consumo e deve ser apreciada de acordo com o estabelecido no Código de Defesa do Consumidor.

“No caso concreto vislumbra-se que o autor teve que aguardar um longo período para conseguir o atendimento, o que ultrapassa o mero aborrecimento”, ponderou. “Entendo por bem, que o dano moral experimentado pela parte autora, deve ser reparado pela instituição financeira requerida”, complementou.

O juiz condenou a instituição financeira  ao pagamento de R$ 5 mil por danos morais, incidindo correção monetária pelo INPC e juros de mora à razão de 1%.

Confira a sentença.

Comentários pelo Facebook: