Sobral – 300×100
Seet

DEIC prende suspeito de atirar na cabeça de empresário em Araguaína

Redação AF - |
Crime ocorreu no último dia 22 de novembro no Conjunto Patrocínio.
Crime ocorreu no último dia 22 de novembro no Conjunto Patrocínio.

Policiais da equipe da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) de Araguaína efetuaram a prisão de Thallyson Nunes e Silva, 20 anos, suspeito de atirar na cabeça do empresário Petrônio Feitosa de Castro, de 41 anos, durante uma tentativa de latrocínio, ocorrido no último dia 22 de novembro, no Conjunto Patrocínio. O crime chocou a população da cidade.

Conforme o delegado José Anchieta de Menezes Filho, Thalysson já estava sendo investigado há alguns dias, como parte dos esforços para elucidar o crime. “Após um minucioso trabalho de investigação, conseguimos reunir fortes indícios da participação do Thallysson nesse crime, bem como, informações de que o mesmo estaria escondido em uma residência, localizada no Bairro JK”, disse o delegado.

Foto: Divulgação/DEIC
Jovem foi preso no setor JK, em Araguaína.

Ainda segundo o delegado, no momento da prisão do suspeito, os policiais civis encontraram na residência várias porções de drogas, assim como uma arma de fogo. Thallysson também já possuía um mandado de prisão em aberto da Comarca de Balsas – MA, pelo crime de homicídio qualificado.

Na delegacia, a esposa do empresário Petrônio reconheceu o homem, não deixando nenhuma dúvida quanto ao seu envolvimento no crime. Thallysson foi atuado em flagrante por tráfico de drogas, posse de arma de fogo de uso permitido, além de responder pelo crime de latrocínio tentado. Após as providências cabíveis, Thallysson Nunes e Silva foi encaminhado à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Araguaína, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Prisão do amigo por homicídio no Maranhão

O amigo de Thalysson, identificado como Manoel Fernandes Batista da Silva, também foi preso em Araguaína. Ele estava internado no Hospital Regional há mais de um mês, onde recebeu voz de prisão. Manoel permanece hospitalizado com problemas de saúde.

Os dois também cometeram um homicídio em Balsas (MA), no início de 2016. Eles chegaram a ser presos no mês de maio. Manoel tem várias passagens pela polícia em Araguaína por furto, roubo, porte de arma e outros.

De acordo com informações, Thalysson e Manoel são ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

O crime em Araguaína

Segundo a Polícia Militar, dois criminosos invadiram a casa do empresário no setor Patrocínio no momento em que a mulher dele chegava. Ela teria sido rendida e obrigada a entrar na casa pelos assaltantes, que pediam dinheiro. No momento do crime, o proprietário estava deitado em um dos quartos quando foi surpreendido e baleado duas vezes, na cabeça e no braço.

Os criminosos fugiram levando R$ 30 mil, além de uma caminhonete SW4 que foi encontrada pela PM em um loteamento às margens da BR-153. Já o empresário continua internado em estado grave no Hospital Regional de Araguaína (HRA).

Foto: AF Notícias
Manoel Fernandes, comparsa de Thallysson

Comentários pelo Facebook: