Seet
Sobral – 300×100

Gaguim apoia reforma da previdência de Temer; Vicentinho e Dorinha são contra

Agnaldo Araujo - | - 989 views
Foto: Divulgação
Deputado Carlos Gaguim, Professora Dorinha e Vicentinho Júnior, da esquerda para direita

O deputado federal Carlos Gaguim (PODE) é o único tocantinense a se manifestar favorável à reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB). Já Vicentinho Júnior (PR) e Professora Dorinha (DEM) são os únicos a se posicionarem contra a proposta. As alterações estão previstas para serem votadas ainda neste mês de dezembro.

Os deputados Lázaro Botelho (PR) e César Halum (PRB) figuram entre os indecisos e Irajá Abreu (PSD) não quis responder. Já a primeira-dama do Estado Dulce Miranda (PMDB) não foi encontrada. As posições dos parlamentares fazem parte de um levantamento feito pelo Estadão.

A reforma é a principal aposta da equipe econômica do governo Temer para garantir a retomada do crescimento. No entanto, o governo encontra dificuldades para conseguir os 308 votos necessários à aprovação do texto. Com 205 votos contrários, do total de 513 deputados, a proposta de emenda à Constituição (PEC) seria rejeitada.

Os dados do Estadão mostram que 215 deputados declaram voto contrário à reforma da Previdência. Desses, 124 são de partidos da base aliada do governo Michel Temer.

Os desobedientes a Temer  estão sujeitos a penas que vão da advertência a punições mais sérias. O líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP) está otimista de que o governo vai conseguir os votos necessários para a aprovação da reforma. “Teremos uma semana de muito trabalho na busca de votos, mas sou otimista”, afirmou .

Para ele, as opiniões obtidas no levantamento refletem posições anteriores às mudanças patrocinadas pelo governo na proposta original. “Os deputados do Nordeste que são contrários à reforma, por exemplo, ficarão a favor quando tiverem a certeza de que os trabalhadores rurais não serão atingidos”, disse. “Mas isso só ocorrerá quando todos tiverem na mão o texto que vai para o plenário”, acrescentou.

OUTRAS VOTAÇÕES

Os deputados César Halum, Carlos Gaguim, Lázaro Botelho, Vicentino Júnior e Irajá Abreu já votaram a favor do Projeto de Lei 4302/98, que permite o uso da terceirização em todas as áreas das empresas brasileiras, inclusive a principal, no setor público e privado.

Os mesmos deputados, com exceção de Irajá Abreu, também votaram a favor do presidente Michel Temer (PMDB) e contra a denúncia por obstrução de justiça e organização criminosa, feita pela Procuradoria-Geral da República. A Professora Dorinha também apoiou o presidente nessa ocasião.

Com exceção de Irajá Abreu e César Halum, os deputados tocantinenses também votaram em peso para barrar o prosseguimento da denúncia contra o presidente Temer pelo crime de corrupção passiva. Naquele momento, Temer passava a ser o primeiro presidente da República a ser alvo de acusação formal por um crime comum durante o exercício do mandato.

Cinco dos oito deputados federais do Tocantins votaram a favor da terceirização; veja a relação

Seis deputados do Tocantins votam para salvar Temer; Irajá quer investigação e Josi falta

Gaguim, Dulce, Josi, Botelho e Dorinha são contra investigação de Temer por corrupção

Comentários pelo Facebook: