Sobral – 300×100
Seet

Logo de Michel Temer ‘esquece’ Tocantins e mais quatro Estados brasileiros

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
A marca de Michel Temer é considerada conservadora

O logotipo do presidente interino Michel Temer esquece o Tocantins e mais quatro Estados brasileiros. Isso porque se baseia em uma versão desatualizada da bandeira do Brasil, que vigorou entre 1960 a 1968, inclusive na ditadura militar.

Na marca, a esfera que aparece em cima da palavra “Brasil” tem apenas 22 estrelas, mas a versão atual tem 27 estrelas, que representam todos os Estados brasileiros e o Distrito Federal.

O logo deixa de fora o Acre, que passou a existir a partir de 1968, e os Estados do Amapá, Roraima, Rondônia e o Tocantins, que só entraram na versão de 1992. Nessa última mudança,  a estrela que representava o extinto Estado da Guanabara passou a simbolizar o Mato Grosso do Sul.

O logo traz ainda o lema “Ordem e progresso”, que virou slogan do governo Temer. A expressão tem origem no positivismo – escola filosófica fundada por Auguste Comte (1798-1857).

A fórmula sagrada do movimento positivista, descrita pelo filósofo francês, é: “O amor por princípio, a ordem por base, e o progresso por fim”. (Com informações Folha de S. Paulo).

Comentários pelo Facebook: