PF mira grupo que roubava cargas na BR-153 para abastecer comércios no Tocantins

Agnaldo Araujo -
Foto Agência Brasil

A Operação Carga Torta II foi deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (03) e tem o objetivo de desarticular organização criminosa especializada em roubo de carga transportada em rodovias estaduais e federais.

Mais de 80 policiais federais cumprem oito mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal de Porto Nacional, especificamente nas cidades de Aparecida de Goiânia (GO), Anápolis (GO), Porto Nacional (TO), Brejinho de Nazaré (TO) e Palmas (TO).

A PF informou que a investigação teve início em abril de 2017, quando foi identificado um grupo criminoso especializado em cometer roubos de cargas transportadas em rodovias estaduais e federais. Dos crimes investigados, foi possível estabelecer que a organização criminosa foi responsável por roubos de cargas transportadas por caminhões na BR-153, próximo aos municípios de Nova Rosalândia (TO) e Barrolândia (TO). A PF também não descarta a participação do grupo criminoso em outros roubos ocorridos na região sul do Tocantins.

As mercadorias roubadas, geralmente do gênero alimentício e produtos de limpeza, abasteciam supermercados dos municípios de Brejinho de Nazaré (TO) e Porto Nacional (TO), segundo a PF. Elas eram colocadas à venda nos estabelecimentos comerciais, cujos proprietários financiavam os executores dos crimes, assim como negociavam com estes a receptação das cargas roubadas. Em razão disso, tais pessoas também foram presas preventivamente.

Leia mais…

Polícia Federal prende dois comerciantes suspeitos de vender produtos de cargas roubadas

Comentários pelo Facebook: