Sobral – 300×100
Seet

Prefeito de Muricilândia diz que APAE virou ‘cabide de emprego’ e não prestou contas de convênio

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Local onde funcionava a APAE de Muricilândia, dentro de fazenda.

Após a denúncia de fechamento da APAE de Muricilândia (TO) devido ao fim do convênio com a Prefeitura, o prefeito Alessandro Borges (PP) afirmou que está buscando parcerias junto ao Governo do Estado para manter o funcionamento da instituição no Município, mas fez críticas à gestão da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais.

Segundo o prefeito, há uns quatro anos que a APAE não desenvolve seu verdadeiro papel, além de ter deixado de prestar contas de recursos recebidos da Prefeitura, cerca de R$ 16 mil. “Virou cabide de emprego. Estou sendo criticado porque não dei emprego ao presidente da APAE. Lá, quando se falava que era presidente da APAE tinha que dar emprego. Agora vem com chantagem e pressão. Ele quer emprego e eu não vou dar”, afirmou Alessandro.

Outro problema apontado pelo prefeito é o limite de gastos com pessoal. Segundo ele, se a prefeitura ceder servidores à associação vai ultrapassar o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. “O FPM diminuiu pela metade. Esse mês ainda conseguimos pagar a folha de pagamento, mas não sei no próximo mês”, enfatizou.

Para piorar a situação, a APAE ainda perdeu uma área que havia recebido em doação de um fazendeiro. Segundo o prefeito, a doação foi apenas de “boca”, sem nenhum documento, e agora o fazendeiro vendeu toda sua propriedade (fazenda). O comprador não abre mão da área que seria da APAE.

Reuniões para solucionar o problema

O prefeito disse que já esteve em Palmas com a deputada Valderez Castelo Branco (PP), líder do governo na Assembleia, e também com o governador Marcelo Miranda (PMDB) na tentativa de viabilizar convênio para a APAE. Ele também já tratou do assunto com a Diretora Regional de Ensino de Araguaína, Maria Florismar.

Enquanto isso, cerca de 15 alunos da APAE estão sendo atendido no Centro de Referência em Assistência Social – CRAS.

Uma reunião foi marcada para explicar a situação aos pais, nesta terça-feira (2), as 16 horas.

Veja mais…

APAE de Muricilândia fecha as portas após fim de convênio com a prefeitura e perde área recebida em doação

Comentários pelo Facebook: