Seet
Sobral – 300×100

Prefeitura atrasa obras de modernização do Aeroporto de Araguaína e pode perder recursos de R$ 65 milhões

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
As obras de modernização estão previstas para o primeiro semestre de 2017

O montante de R$ 65 milhões para a reforma do aeroporto de Araguaína (TO) está disponível desde o início do mês de dezembro de 2016. Essa é uma obra bastante esperada pelos usuários que precisam fazer viagens aéreas e se deparam com a pouca oferta de voos, tendo em vista que algumas companhias pararam de fazer rotas pela cidade.

A verba é federal, cabendo à prefeitura apenas realizar a desapropriação de áreas nas proximidades para o alargamento lateral. Usuários do aeroporto temem que essa demora na ação do município possa impossibilitar a execução da reforma. A modernização estava prevista para o primeiro semestre de 2017.

De acordo com o deputado federal César Halum (PRB-TO), estão previstas a construção de um novo terminal, com área total de 2.160 m², reforma e ampliação da seção contra incêndio, novo pátio e recuperação e ampliação da pista de pouso, dentre outros investimentos. Com isso, o aeroporto poderá receber aeronaves de código 4C, que inclui aeronaves com capacidade para 186 assentos (exemplo: Boeing 737-800). “É preciso fazer a desapropriação da área para instalação dos novos equipamentos, senão vai perder o dinheiro”, disse Halum.

Outro lado

A prefeitura de Araguaína informou, por meio de nota, que nos próximos dias será publicado um decreto de interesse público especificando a delimitação da área afetada para as obras de modernização e ampliação do aeroporto da cidade.

A partir disso, conforme a nota, uma equipe da Secretaria do Planejamento, Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico vai fazer um levantamento para analisar cada morador que estiver na área impactada, verificar cada caso e, assim, fazer as indenizações adequadamente de acordo com cada um dos moradores afetados.

Veja também

Modernização do aeroporto de Araguaína custará R$ 65 milhões

Comentários pelo Facebook: