Sobral – 300×100
Seet

Projeto de Lei que viabilizará duplicação de trecho da TO-222 está parado na Assembleia Legislativa desde dezembro

Redação AF - |
Foto: Frederick Borges
Duplicação da TO-222 é uma obra muito aguardada por motoristas e empresários

A duplicação da rodovia TO-222, entre Araguaína a Novo Horizonte e Araguaína ao trevo de Babaçulândia, tem sido um tema recorrente nas audiências entre o prefeito Ronaldo Dimas e o governador Marcelo Miranda, além de ser uma obra muito esperada por empresários e motoristas.

Em março de 2015, o governador autorizou a elaboração do projeto de duplicação. Já em dezembro do ano passado, o Governo protocolou na Assembleia Legislativa um projeto de lei em que solicita autorização para contratar empréstimo de R$ 600 milhões. O dinheiro será aplicado em diversas obras de infraestrutura no Estado, recuperação de rodovias e a duplicação da TO-222.

Mas o projeto ainda não foi lido em plenário e nem encaminhado para análise nas comissões. O presidente da Casa de Leis, Mauro Carlesse, solicitou informações do governo, pois, segundo os deputados, não há nenhuma garantia de onde serão aplicados os recursos.

O deputado araguainense Olyntho Neto (PSDB), que é presidente da Comissão de Constituição e Justiça, também questionou a aplicação dos recursos e disse que já solicitou informações para adiantar a tramitação do PL.

Olyntho afirmou também que “algumas solicitações foram atendidas, outras ainda não”. “Os parlamentares darão sequência a análise do processo assim que todos os questionamentos referentes à aplicação do recurso sejam esclarecidos”, disse.

Os empréstimos são de R$ 453,2 milhões junto à Caixa Econômica Federal, e de R$ 146,7 milhões junto ao Banco do Brasil. O Poder Legislativo é o responsável por autorizar o Executivo a fazer empréstimos em instituições financeiras nacionais e internacionais.

De acordo com dados fornecidos pelo Governo, outra parte do financiamento será aplicada na reforma do Hospital Regional de Araguaína. Olyntho Neto acredita, contudo, que não vai sanar o problema da saúde vivido no município. Diante disso, o deputado disse que iniciou uma série de reuniões com os órgãos competentes até obter a garantia que o Governo, ao invés de reformar o HRA, conclua a construção do Hospital Geral de Araguaína (HGA).

Comentários pelo Facebook: