Sobral – 300×100
Seet

Sobrinho é condenado a 17 anos de prisão por matar tio com veneno de rato no Tocantins

Agnaldo Araujo -
O suspeito foi preso por matar o próprio tio

Márcia Costa//AF Notícias

Um suspeito de matar o próprio tio com veneno de rato foi preso na tarde desta sexta-feira (11), no norte do Tocantins. A prisão de Ernandes dos Santos Milhomem ocorreu numa ação conjunta do Ministério Público Estadual com policiais civis da delegacia de São Miguel.

Ele estava foragido desde 2002 e foi detido no povoado Bela Vista, em São Miguel. Ernandes havia sido condenado, nesta quinta-feira (10), a 17 anos e três meses de prisão pelo tribunal do júri em Augustinópolis.

O crime ocorreu no ano de 2001, na cidade de São Sebastião do Tocantins, e teria sido motivado por um sentimento de vingança, alimentado pelo acusado desde quando ele tinha apenas sete anos de idade, em razão do desentendimento do seu pai com o tio, Gean dos Santos Milhomem.

A denúncia aponta que Ernandes colocou o veneno no pote de água do seu tio. Quatro dias depois do ato, ele ainda voltou à residência da vítima e retirou várias objetos, entre eles uma arma de fogo. O acusado também destruiu o pote com água e ateou fogo no rancho de palha onde vivia Gean.

Os jurados consideraram todas as acusações sustentadas pelo MPE e o réu foi condenado pelo crime de homicídio qualificado, por motivo torpe e uso de veneno.

As diligências que resultaram na detenção do suspeito foram coordenadas pelo delegado Evandro Gomes Pereira, titular da delegacia de São Miguel do Tocantins e pelo promotor de justiça Paulo Sérgio de Almeida, titular da promotoria de justiça de Augustinópolis.

Comentários pelo Facebook: