Sobral – 300×100
Seet

TCE rejeita contas de pré-candidato ao Senado na gestão da Secretaria do Esporte em 2014

Agnaldo Araujo - | - 540 views
Foto: Divulgação
Eduardo Gomes é pré-candidato ao Senado

O Tribunal de Contas do Estado encontrou várias irregularidades na prestação de contas da Secretaria do Esporte e Lazer do Tocantins referente ao exercício de 2014 e multou os gestores que estiveram à frente da pasta na época. Um deles foi Eduardo Gomes, ex-deputado federal e pré-candidato ao Senado nas eleições de 2018.

O resultado do julgamento foi publicado no Boletim Oficial do TCE desta quarta-feira (11). Conforme o documento, foram encontrados déficit orçamentário, déficit na parte orçamentária do balanço financeiro e também falta de execução das metas físicas e financeiras.

O TCE também apontou que o ativo financeiro da secretaria, ou seja, a verba disponível em caixa para ser utilizada, era insuficiente para cobrir compromissos futuros, visto que esse valor era de R$ 560 mil, enquanto que as dívidas já alcançavam o montante de R$ 2.878.000,00.

Outro detalhe é que o saldo da dívida da pasta para o exercício seguinte aumentou em 29,69% em relação ao ano anterior. Conforme os autos do processo de julgamento da prestação de contas, o saldo da dívida do exercício anterior [2013] era de pouco mais de R$ 2.023 milhões, enquanto que em 2014 foi de R$ 2.878 milhões.

A Secretaria dos Esportes e Lazer teve dois gestores no ano de 2014. Eduardo Gomes este à frente da pasta no período de 01 janeiro a 13 de maio de 2014 e Rodolfo Costa Botelho comandou a secretaria de 14 de maio até o dia 31 de dezembro do mesmo ano.

Cada um deles foi multado em R$ 2,5 mil pelas irregularidades encontradas na prestação de contas.

VEJA TAMBÉM

Reunião de Kátia Abreu recebe ex-adversário Eduardo Gomes e ex-aliados do governador

Comentários pelo Facebook: