TRE alerta: Enquetes nas redes sociais são proibidas e podem desequilibrar pleito

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Eleições 2018

As enquetes nas redes sociais se tornaram muito comuns durante as eleições complementares do Tocantins. Os links circulam praticamente todos os dias em vários grupos de WhatsApp. Contudo, não há nenhuma garantia de confiabilidade do resultado.

Por isso, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) fez um alerta para o que diz a legislação, tendo em vista que a pesquisa irregular tem potencial de influenciar o pleito, causando desequilíbrio na disputa.

A Lei nº 9.504/97, no artigo 33, parágrafo 5°, diz que “é vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral” (Incluído pela Lei nº 12.891, de 2013).

Comentários pelo Facebook: