Câmara Municipal

Vereadores questionam secretária da Saúde sobre gastos com a pandemia em Araguaína

Os vereadores questionaram a respeito dos gastos com a pandemia.

Por Redação
Comentários (0)

18/10/2020 10h35 - Atualizado há 1 semana
Secretária municipal de saúde

A Câmara Municipal de Araguaína recebeu a secretária da Saúde do Município, Ana Paula Abadia, para prestar esclarecimentos sobre os investimentos direcionados para o combate à pandemia, no último dia 7 de outubro.

O autor da convocação, vereador Carlos Silva, solicitou que fossem apresentados comprovantes de entradas e saídas dos recursos e notas fiscais de serviços ou empresas contratadas durante o período de pandemia. A requerimento havia sido enviado para a secretária ainda no mês de maio. O parlamentar reclamou do atraso por parte da gestora.

"A convocação tem um prazo estabelecido que a senhora não cumpriu. No mais, eu já fiz uma denúncia junto ao Ministério Público por crime de responsabilidade, pelo não comparecimento, já que a senhora é uma agente pública. Hoje a senhora está aqui com uma planilha de Excel, que não quer dizer, praticamente, nada", criticou Carlos Silva.

O QUE DIZ A SECRETÁRIA

Em resposta ao questionamento, a secretária Ana Paula justificou o excesso de trabalho no combate à pandemia. "Durante esse período eu praticamente não ficava lá na secretaria. Fui para dentro da Vigilância Epidemiológica, de março até julho. Então esse documento (requerimento) eu só fui ter conhecimento dele já no final de julho, após uma viagem que fiz a Palmas. Mas não foi porque eu não quis vir apresentar. Foi toda essa problemática que nós tivemos", respondeu Ana Paula.

Quanto aos comprovantes, a secretária disse que "está tudo no portal da transparência". "Você vai ter acesso a tudo, de nota fiscal, de prestação de contas do termo de colaboração com o ISAC", completou.

Já o vereador Divino Bethânia Jr. cobrou uma resposta mais simples e objetiva por parte do Poder Executivo. "A minha pergunta é simples: de onde vieram os recursos, o que foi gasto e quanto custou?", questionou o vereador.

Segundo Abadia, foram R$ 16,8 milhões destinados pelo Governo Federal e R$ 3 milhões do Governo do Estado (convênio para consstrução do Hospital Municipal). 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.