Vítima estava embriagada

Acusado de matar homem que estava dormindo deve voltar para a prisão, decide TJTO

Réu deve ficar preso até o julgamento.

Por Redação
Comentários (0)

13/05/2022 17h16 - Atualizado há 3 dias
Cidade de Lajeado

O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) acatou recurso do Ministério Público e decretou a prisão preventiva de Evandro Dias da Silva, acusado do assassinato de Alessandro do Nascimento Sousa em dezembro de 2020, em Lajeado, na região central do estado.  

Alessandro estava em liberdade desde setembro de 2021 em razão de uma decisão de primeiro grau, na qual o magistrado revogou a prisão preventiva e aplicou-lhe medidas cautelares diversas da prisão. 

Com a reforma da decisão, o Tribunal de Justiça determinou expedição de mandado judicial para manter o réu preso até o julgamento. 

Sobre o caso

Conforme denúncia criminal oferecida pelo promotor de Justiça João Edson de Souza, Evandro Dias da Silva matou Alessandro do Nascimento Sousa motivado por ciúmes.

Evandro desferiu vários golpes de faca contra a vítima, que foi surpreendida quando estava dormindo, embriagada, sem que tivesse condições de se defender. 

Pelas circunstâncias, Evandro Dias responderá por homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.