Reféns de fugitivos

Após trauma, professora e agente vão receber atendimento psicológico em casa

Os dois servidores públicos foram libertados na noite desta quarta-feira (3).

Por Redação 2.558
Comentários (0)

04/10/2018 12h44 - Atualizado há 10 meses
Professora Elisângela Mendes Sobrinho  é recebida por amigos e familiares

A professora Elisângela Mendes Sobrinho, 43 anos, e o técnico em Defesa Social, Roberto da Silva Aires, de 27 anos, vão receber acompanhamento psicológico em casa após passarem mais de 24 horas reféns de presidiários fugitivos da Unidade Prisional do Barra da Grota, em Araguaína.

Os dois servidores públicos foram libertados na noite desta quarta-feira (3) e receberam cuidados médicos no Hospital Regional. Eles foram recebidos com muito carinho por amigos, familiares e colegas de trabalho. 

O atendimento será prestado pelo Governo do Estado através da Diretoria de Direitos Humanos da Seciju. Dois psicólogos já foram disponibilizados para prestar apoio às vítimas e às famílias.

De acordo com o psicólogo Douglas Hermann Souza, o atendimento, neste momento, visa o acolhimento e uma avaliação inicial do dano psicológico causado pelo trauma. Para ele, as vítimas passaram por situações de alto estresse e também de risco de vida.

"Mesmo que a sensação inicial seja de alívio, o atendimento psicológico nesses casos é indispensável", disse. Após avaliação inicial e acolhimento, os atendidos serão encaminhados para atendimento específico, que auxiliará no tratamento do trauma.

A Seciju informou que o reeducando Maurício Pereira da Silva, de 33 anos, que foi baleado na rebelião e se entregou diretamente na Unidade Prisional, também terá atendimento psicológico.

RECAPTURADOS

Além do fugitivo que se entregou, a polícia já recapturou outros dois dententos nesta quinta-feira (4). Trata-se de Marcos Phablo Soares de Carvalho, 22 anos, e Lázaro Carneiro Gomes. Agora, 16 ainda estão foragidos.  

Foram nove mortes de presos durante confronto com os policiais em uma região de mata próxima à unidade prisional. 

GABINETE GOVERNAMENTAL 

O gabinete governamental, instalado em Araguaína, será mantido até recaptura de todos os foragidos. A operação continua com o reforço de policiais militares, através das equipes do 2° Batalhão PM, do Batalhão Rodoviário (BPMRED) e da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE), bem como policiais civis, por meio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e tripulação armada, Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Delegacia Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc) de Palmas e equipes da 1ª Delegacia Regional (Araguaína), além de agentes penitenciários do município e da Capital.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.