Gurupi

Deic liberta refém e prende cinco homens no Tocantins, incluindo um policial aposentado

A mulher estava em poder dos criminosos para pagar uma dívida do marido.

Por Redação 2.462
Comentários (0)

19/10/2020 18h40 - Atualizado há 1 mês
Carros usados pelos sequestradores

Uma operação da Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deic) resultou na prisão em flagrante de cinco homens pelo crime de extorsão mediante sequestro, na tarde desta segunda-feira (19). Os agentes conseguiram localizar e libertar a vítima no momento em que o grupo chegava em Gurupi, no sul do estado.

A operação foi coordenada pelos delegados Hismael Athos (6ª DEIC de Paraíso) e Rafael Falcão (8ª DEIC de Gurupi). Segundo eles, as investigações tiveram início em Paraíso após funcionários de um hotel perceberem, na manhã de hoje, que uma hóspede havia sido levada por cinco homens, sendo um deles policial civil aposentado do Maranhão.

De imediato, a Polícia Civil do Tocantins iniciou as diligências e constatou que o grupo estava em dois carros e havia saído com destino a Gurupi. Conforme a investigação, o objetivo do bando era entrar em contato com uma cunhada da vítima e exigir o pagamento de uma suposta dívida contraída pelo marido da sequestrada.

Momentos depois, os agentes localizaram os veículos já entrando em Gurupi e fizeram a abordagem.

A vítima confirmou que estava sendo coagida a pagar a dívida do marido, que é corretor de grãos. Ela era seguida por um dos sequestradores desde o último sábado (17) e chegou a ser ameaçada com uma arma de fogo.

Conforme os delegados, a vítima disse que sequer se alimentou nesta segunda-feira, pois fora colocada num veículo juntamente com os sequestradores e seguiram para Gurupi, onde eles ligaram para sua cunhada cobrando o dinheiro do resgate.

Os agentes encontraram dentro dos veículos uma pistola calibre .40, várias munições do mesmo calibre, bem como a quantia de R$ 3.386,10 e aparelhos celulares. A cunhada da vítima confirmou o contato feito pelos sequestradores.

Todos os envolvidos foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Gurupi e autuados em flagrante pelo crime de extorsão mediante sequestro. Se condenados, podem pegar uma pena de até 20 anos de reclusão. 

Arma que estava em poder dos criminosos

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.