Golpe

Hacker é preso em Araguaína por ajudar a desviar R$ 13 milhões de clientes do Nubank

A quadrilha tinha como base a cidade de Imperatriz (MA).

Por Redação 3.393
Comentários (0)

13/09/2021 07h50 - Atualizado há 1 semana
Outros suspeitos de integrar a quadrilha foram presos no início do ano

Um homem suspeito de integrar uma quadrilha de hackers que desviou cerca de R$ 13 milhões de um banco digital, foi preso pela Polícia Civil do Maranhão em Araguaína, norte do Tocantins, na última sexta-feira (10/9).

Segundo as investigações, a quadrilha tinha como base a cidade de Imperatriz (MA), mas atuava em diversas regiões.

Conforme o Departamento de Combate aos Crimes Tecnológicos (DCCT), o grupo causou prejuízo milionário ao Nubank fazendo vítimas em vários estados do país.

Ainda de acordo com as investigações, os hackers enviavam um e-mail ou SMS falso para coletar dados das vítimas. Com as informações, eles invadiam as contas de clientes e conseguiam transferir altos valores, fazendo a instituição financeira arcar com o prejuízo.

A prisão faz parte do desdobramento da segunda fase da 'Operação Ostentação' ocorrida em Imperatriz, no mês de dezembro de 2020. Várias prisões e mais de 100 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Maranhão, Goiás e Tocantins desde o início das investigações.

O suspeito preso não teve a identidade revelada pela polícia maranhense.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.