Crimes Sexuais

Padre é preso pela segunda vez acusado de cometer crimes sexuais contra jovens no Tocantins

A vítima disse que vinha sendo mantido em cárcere desde a última quinta (22) e que foi forçada a manter relações sexuais.

Por Nielcem Fernandes 3.581
Comentários (0)

27/08/2019 08h48 - Atualizado há 1 mês
O padre respondia em liberdade por outro crime sexual cometido contra um garoto de 16 anos em 2015

O padre Marco Aurélio Costa da Silva foi preso pela Polícia Civil no início da noite desta segunda-feira (26), em Palmas, suspeito de estuprar e manter um jovem de 18 anos em cárcere privado.

O jovem, que veio de Pernambuco na esperança de uma indicação para o Seminário, conseguiu escapar do apartamento do padre na manhã desta segunda (26) e procurou a polícia.

A vítima disse à polícia que vinha sendo mantido em cárcere desde a última quinta-feira (22) e que o padre o forçou a manter relações sexuais.

Segundo a reportagem da TV Anhanguera, o padre atualmente estava afastado das funções na igreja e exercia o cargo de assessor especial no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa.

Essa é a segunda vez que o padre é preso por suspeita de cometer crimes sexuais. Em 2015 ele foi preso em flagrante e acusado de mostrar pornografia para um adolescente de 16 anos em Gurupi, região sul do Estado. O padre foi denunciado pelo garoto e respondia ao processo em liberdade.

Em nota, a Diocese de Porto Nacional afirmou que o padre estava afastado das atividades da igreja desde o ano passado e repudia quaisquer atos que violem a integridade humana.

“Nós, da Diocese de Porto Nacional, repudiamos quaisquer tipos de atos que viole a integridade humana e colocamo-nos em atitude de compaixão para com a pessoa envolvida nesse caso. Deixamos nas mãos da justiça a conclusão deste caso”, diz a nota.

O padre foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas e irá responder pelos crimes de cárcere privado e estupro.

 

Nota da Diocese de Porto Nacional

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.