‘Assombro'

Polícia Federal deflagra operação contra servidores fantasmas no Governo do Tocantins

Cerca de 80 policiais cumprem 14 mandados de busca e apreensão.

Por Redação 2.956
Comentários (0)

17/03/2020 08h12 - Atualizado há 4 meses
Viaturas da PF

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (17), em conjunto com a Procuradoria-Geral da República, a operação Assombro para desarticular organização criminosa suspeita de desviar dinheiro público por meio da contratação de funcionários fantasmas no Tocantins.

Os mandados foram emitidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), devido ao foro privilegiado. Foram realizadas buscas no Palácio Araguaia.

Cerca de 80 policiais federais cumprem 14 mandados de busca e apreensão nas cidades de Palmas, Araguaína e Dueré.

A ação é resultado de investigações conduzidas pela Polícia Civil nas primeiras fases da operação Catarse, desencadeada em dezembro de 2018.

A investigação suspeita que houve contratação de funcionários fantasmas para desvio de dinheiro usado na obtenção de apoio político na campanha eleitoral de 2018, que elegeu Carlesse. Os crimes investigados são peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. 

Segundo a PF, além da obtenção de novas provas, as ações desta terça-feira buscam interromper a continuidade das supostas ações criminosas, delimitar a conduta dos investigados, melhor dimensionar a quantidade de funcionários ‘fantasmas’, identificar e recuperar ativos frutos dos desvios, além de resguardar a aplicação da lei penal.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.