Crime em 2021

Servidor perseguiu e matou borracheiro após suspeitar de furto em Araguaína, revela polícia

Servidor confessou crime e foi indiciado.

Por Redação 3.589
Comentários (0)

04/01/2023 18h04 - Atualizado há 1 ano
Borracheiro que foi morto

A Polícia Civil indiciou um servidor público de 54 anos por homicídio qualificado em razão de ele ter executado o borracheiro Thiago Pereira com disparos de arma de fogo em Araguaína.

O crime ocorreu na manhã de 12 de setembro de 2021 no momento em que o borracheiro desembarcava de sua Kombi no setor Martins Jorge. Ele era perseguido pelo autor em uma motocicleta. 

Conforme as investigações da polícia, o servidor disparou cinco vezes contra Thiago por suspeitar que ele tinha furtado pneus de uma carretinha que possuía.

A vítima chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A polícia cumpriu busca e apreensão durante a investigação. O servidor acabou confessando o crime e se disse arrependido.

O delegado Breno Alves explicou que se trata de um crime cometido à luz do dia, em um final de semana, mas de difícil solução investigativa.

“Trata-se de um crime cometido por motivo fútil em que o autor tinha mera suspeita de que a vítima teria subtraído alguns pneus de seu veículo e, por isso, decidiu ceifar a vida de Thiago. Porém, as investigações demonstraram toda a conduta do suspeito que agora poderá ser condenado a uma pena que pode chegar a 30 anos de prisão”, disse.

Com o encerramento do inquérito, o caso foi enviado à Justiça para a adoção das medidas necessárias.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.