Triplo homicídio

Três homens são executados dentro de matagal ao lado de motocicletas em Araguaína

O caso é tratado inicialmente como triplo homicídio.

Por Redação 10.754
Comentários (0)

27/05/2021 08h27 - Atualizado há 7 meses
Via dá acesso ao Setor Nova Araguaína

Três corpos foram encontrados jogados dentro do matagal às margens de uma via que dá acesso ao Setor Nova Araguaína, em Araguaína, nas proximidades da Usina do Corujão, Rio Lontra, na manhã desta quinta-feira (27).

Ao lado dos corpos, todos do sexo masculino, estavam duas motocicletas, sendo uma delas com placa de Carmolândia (TO).

Documentos pessoais de dois homens também foram encontrados no local, em nomes de Francisco Régis Freitas Gonçalves e Simião Neto Pereira. A terceira vítima é o motorista Manoel Cassiano de Oliveira, que estava com uma mochila contendo uniformes da empresa de transporte de cargas onde trabalhava e dinheiro. Todas as vítimas foram mortas com tiros na cabeça.

Simião Neto apresentava um afundamento no crânio. Francisco Régis era do Estado do Ceará e morava na cidade há pouco tempo. Amigos relataram que ele estava em um bar no setor Nova Araguaína, mas morava no Setor Universitário, do outro lado da cidade, e provavelmente foi morto quando estava indo para casa. 

Segundo informações apuradas, um quarto homem que passava pelo local durante a madrugada também foi alvo de tiros, mas conseguiu escapar e pediu socorro no 2º BPM. Um dos disparos acertou a traseira da moto.

O caso é tratado inicialmente como triplo homicídio. Nenhum deles tinha antecedentes criminais ou envolvimento com atividades ilícitas, segundo a Polícia Civil. Apenas Simião respondia a processo, mas sem decisão condenatória, sendo, portanto, réu primário.

Moto que estava ao lado dos corpos
Local onde os corpos foram encontrados
Moto que estava ao lado dos corpos
Local onde os corpos foram encontrados

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.