Araguaína

Com técnicas de primeiros socorros, PM salva criança de 3 anos após afogamento em piscina

Sargento é vizinho da criança e agiu a tempo de salvá-la.

Por Redação 1.582
Comentários (0)

04/05/2020 09h42 - Atualizado há 2 meses
Família com policiais do COE

O 2º sargento da Polícia Militar Alberto Gomes de Araújo salvou a vida de uma criança de 3 anos que se afogou na piscina de uma residência no Setor Jardim Paulista, em Araguaína.

Segundo Andréia Cristina Cabús, mãe do menino, o acidente ocorreu por volta das 14 horas de quinta-feira, dia 30 de abril, enquanto ela estava em casa com seus dois filhos, o de 3 anos e outro de 9. O esposo estava trabalhando no centro da cidade.

Andréia disse que estava organizando a cozinha depois do almoço e seus dois filhos tomavam banho na piscina, que tem 1,4 metro de profundidade, como de costume. No entanto, o mais velho precisou se ausentar para fazer necessidades fisiológicas e o menino ficou sozinho.

A mãe contou que demorou um pouco até ir à piscina, pois confiou no costume de seu filho mais novo ficar sempre na parte mais rasa, só que dessa vez foi diferente. Ao chegar ao local, ela disse que viu seu filho no fundo da piscina, completamente imóvel e roxo, retirou-o da água rapidamente e gritou por socorro.

A intervenção salvadora

O policial militar Alberto Gomes estava de serviço em caráter de sobreaviso em sua residência, que fica em frente à casa de Andréia. Ele ouviu os gritos de socorro e resolveu averiguar o que estava acontecendo.

Segundo o policial, diversas pessoas estavam apreensivas com a situação e ele chegou a imaginar que era assalto, mas percebeu que se tratava do afogamento ao entrar no imóvel. Em seguida, ele conseguiu salvar a criança com as manobras técnicas de primeiros socorros.

O militar é lotado na Companhia Independente de Operações Especiais (COE).

Exames e agradecimentos

Os profissionais do Samu já encontraram a criança consciente e a encaminharam para o Hospital Regional de Araguaína. Os exames realizados na unidade não apresentaram alteração, sequelas ou danos à saúde do menino.

Tudo isso, toda essa graça divina eu devo a Deus, que enviou o policial militar Alberto Gomes para salvar a vida do meu filho”, disse a mãe da criança.

O afogamento

Imagens das câmeras de monitoramento da residência mostram que, após ficar sozinha, a criança de 3 anos pegou uma prancha de bodyboard e foi tentar flutuar na parte rasa da piscina.

O menino escorregou da prancha e caiu ainda na parte rasa na primeira vez, mas se apoiou novamente na prancha e foi levado lentamente para a parte mais funda da piscina.

Pouco depois, o menino escorrega mais uma vez da prancha, porém, não consegue alcançar a parte rasa da piscina e se afoga.

As imagens das câmeras mostram ainda que a criança passa cerca de 1 minuto e 16 segundos se debatendo, até que submerge para o fundo da piscina e permanece inconsciente por cerca de 3 minutos até a chegada da mãe.

Piscina onde a criança se afogou

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.