Recuperação

Comarca de Arraias alcança 99% de recuperação efetiva de condenados; apenas 4 reincidências em 10 anos

Por Redação AF
Comentários (0)

14/10/2016 08h11 - Atualizado há 6 dias
Certidão do cartório criminal da Comarca de Arraias (TO) confirma que, nos últimos dez anos, a comarca conseguiu a expressiva marca de 99,13% de recuperação efetiva dos condenados, afastando a reincidência e reintegrando todos ao convívio social. Na Vara Criminal de Arraias, conforme levantamento feito pelo cartório, de 2005 a 2016 foram processadas 115 execuções penais, com apenas quatro reincidentes. Destes, três estão em regime aberto, trabalhando e plenamente reintegrados à sociedade. O juiz titular da Vara Criminal de Arraias, Márcio Ricardo Ferreira Machado, disse que apenas um de todos os casos de reincidência ainda se encontra recluso. Ele destaca que, durante a instrução, o acusado teve, inclusive, um incidente de sanidade mental. “Portanto”, afirma o magistrado, “96,52% dos condenados que cumpriram e cumprem pena na comarca não voltaram ao crime. Considerando que três dos quatro reincidentes já estão devidamente inseridos no contexto social, chegamos ao número de 99,13% de recuperação dos condenados criminalmente e que cumpriram pena na comarca de Arraias de 2005 até o momento”. O universo das condenações em Arraias contempla os mais variados tipos penais: estupros, homicídios, estelionatos, tráfico de drogas, roubos, pedofilia, etc. O aspecto principal da recuperação social, segundo o juiz, é “ajudar os reeducandos a identificar possibilidades de vida para após o cumprimento da pena, o resgate da dignidade e a valorização dos condenados enquanto seres humanos, elevando a auto-estima na consecução de projetos de vida. É essencial que o condenado seja estimulado a elaborar um projeto de vida longe do crime”. (Luiz Pires)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.