Boa notícia

Primeiros testes rápidos para covid-19 dão negativo em Araguaína; 6 casos são descartados

1.000 unidades compradas pela Prefeitura começaram ser usadas nessa quarta-feira (25).

Por Redação 3.183
Comentários (0)

26/03/2020 12h54 - Atualizado há 6 dias

Em Araguaína, seis casos suspeitos para covid-19 fizeram o teste rápido nessa quarta-feira (25) e deram negativo para a doença. Mais testes em casos suspeitos serão realizados na tarde desta quinta (26). Ao todo, já são 9 casos descartados e nenhum confirmado no Município.
 
O prefeito Ronaldo Dimas informou que manterá o decreto de contenção. “Por enquanto, vamos manter a decisão tomada, suspendendo alguns tipos de comércio, mas mantendo a grande maioria desde que a comercialização seja remota. Várias atividades mantêm-se em funcionamento normal, conforme pode ser observado no decreto”, afirmou.

Dimas sinalizou que os exames negativos podem provocar alterações nas medidas para distanciamento social. “Após a análise dos resultados dos testes que continuarão sendo realizados, poderá haver alguma alteração, mas não nesta semana”, assegurou Dimas.
 
Pacientes específicos

O teste rápido detecta o anticorpo Imunoglobulina M (IgM), que é produzido em grandes quantidades nas fases iniciais das doenças. A reação do corpo ao vírus sars-cov-2, causador da doença covid -19, é conhecido em 20 minutos após a coleta de uma amostra de sangue.

“Existe um período para realizar os testes, de acordo com o fabricante dos testes rápidos a recomendação é de realizar em pacientes com 10 a 12 dias após o início dos sintomas, antes deste período o resultado não terá eficácia”, esclareceu a secretária da Saúde.

Pontos de apoio

Esses testes serão realizados após classificação do atendimento nas duas unidades básicas de saúde (UBS) que passaram a ser porta de entrada para atendimento de qualquer grau de sintomas: UBS JK, localizada na rua Araguaci, quadra 14, bairro JK; e UBS Albeny Soares, que fica na Avenida C, nº 1035, no Setor Couto Magalhães, próxima à Escola Estadual Benedito Canuto Braga.

O decreto

Continua suspenso o atendimento presencial ao público em estabelecimentos bancários, comerciais e de serviços não relacionados à saúde, como cartório e restaurantes.

Para manter as vendas e relacionamento com clientes, os locais devem funcionar disponibilizando serviços delivery, drive-thru ou take-out. Nesses modelos, as entregas serão em domicílio; compra e entrega no estabelecimento, sem sair do veículo; ou compra por aplicativo ou telefone e retirada do produto ou alimento no local, sem entrar na loja ou restaurante.

Transporte público

O transporte coletivo urbano é mantido com algumas restrições. Como parte da medida de contenção, passes livres para idosos e estudantes estão suspensos. Também para evitar contágios, os ônibus terão limite de 50% da lotação e devem manter as janelas abertas. Mototaxistas não devem oferecer serviços de transporte durante a validade do decreto e estão autorizados a fazer transporte de mercadorias.

Fique em casa

São mantidos suspensos por tempo indeterminado todos e quaisquer eventos públicos e privados, tais como: shows, atividades culturais, festas, confraternizações, tanto em áreas públicas quanto privadas.

(Ascom prefeitura)

ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.