Estado

40% dos leitos de UTI do Estado estão em Araguaína, diz Governo após cobrança de Wagner

O Governo disse sempre esteve ao lado da população da cidade.

Por Arnaldo Filho 656
Comentários (0)

05/03/2021 18h46 - Atualizado há 1 mês
Leitos de UTI mantidos pelo Governo do Estado em Araguaína

O Governo do Tocantins afirmou que sempre esteve ao lado da população de Araguaína e buscou atender à gestão municipal em todas as ocasiões em que foi solicitado. A afirmação foi dada após o prefeito Wagner Rodrigues dizer que o Governo ainda não destinou ajuda financeira para implantação e manutenção de novos leitos de UTI no Hospital Municipal de Campanha.    

O secretário de Estado da Comunicação, Élcio Mendes, ressaltou que 40% dos leitos de UTI do Estado estão em Araguaína. "Foi a cidade que mais recebeu leitos, pois ficou por muito tempo com o maior número de casos no Estado. No começo da pandemia havia apenas 10 leitos normais na cidade, hoje, só de UTI Covid, temos 42 leitos e estamos trabalhando para chegar a 52 leitos exclusivos, todos mantidos pelo Governo do Estado", explicou.

O secretário afirmou ainda que o Governo do Tocantins nunca deixou de reconhecer o esforço de Araguaína no combate à pandemia.

"O prefeito [Wagner] sabe que quando o ex-prefeito Ronaldo Dimas começou a construir o Hospital de Campanha solicitou apoio do governador e recebeu R$ 3 milhões. O Governo foi parceiro porque essa foi uma iniciativa importante. Disponibilizamos uma aeronave para buscar testes de covid-19 a pedido do então prefeito Dimas. Colocamos a máquina de radioterapia para funcionar que estava comprada desde 2013. Estamos agora construindo o Hospital Geral de Araguaína e preparando a instalação de mais 10 leitos de UTI com recursos próprios", disse o secretário, ao ressaltar ainda que a cidade foi uma das primeiras a receber doses da vacina contra a covid-19 e hoje está com um percentual de imunização acima da média nacional e mundial.

Sobre a falta de recursos do Estado, o secretário esclareceu que, assim como Araguaína, o Governo não recebeu mais repasses federais em 2021.  

"O Estado não recebeu mais recursos do Ministério da Saúde neste ano para Covid, assim como Araguaína. Mas que bom que prefeitura de Araguaína tem condições de implantar esses leitos. O Estado também está usando recursos próprios para abrir leitos em Palmas, Araguaína e Gurupi. Infelizmente o Governo Federal não está disponibilizando recursos para novos leitos", enfatizou o secretário Élcio Mendes.

Com o recente agravamento da pandemia, o secretário adiantou que o Governo do Estado está trabalhando para implantar novos 20 leitos de UTI em Gurupi, 26 em Palmas, sendo 16 no Hospital Geral e 10 em um hospital privado, e 10 em Araguaína, totalizando mais 56 leitos para pacientes com a covid-19.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.