De olho no concurso!

Concurso da Polícia Militar do Tocantins recebe 45,8 mil inscritos e tem provas adiadas

O certame oferta 1.000 vagas para soldado com salário inicial de R$ 3,3 mil.

Por Conteúdo AF Notícias 2.133
Comentários (0)

04/03/2021 15h18 - Atualizado há 1 mês
Policiais militares do Tocantins

O concurso público da Polícia Militar do Tocantins teve 45.815 candidatos inscritos. Já a aplicação das provas objetiva e de redação foram adiadas, do dia 14 de março para 04 de abril, em razão do aumento de casos de covid-19 no Estado.

As informações foram divulgadas pela comissão organizadora do concurso e pelo Governo do Tocantins durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (04).

São ofertadas 1.000 vagas para praças, sendo 950 para o quadro operacional QPPM; 25 vagas para o quadro de músicos (QPE-Músicos); e 25 para o quadro da saúde (QPS), distribuídas em 20 para técnico em enfermagem e cinco para técnico em Saúde Bucal.

A concorrência por vaga será disponibilizada ainda nesta quinta no endereço eletrônico da banca organizadora, o Cebraspe.

VEJA TAMBÉM

Número de inscritos

Segundo a comissão do concurso, o número de candidatos inscritos é de 44.019 para o quadro de praças, 1.016 para o quadro de Saúde e 780 para praças especialistas e músicos, totalizando 45.815 candidatos inscritos no certame.

“A demanda em relação à concorrência por vaga de cada cargo será disponibilizada ainda hoje no site da Cebrasp. A previsão é de que seja publicado no dia de 24 de março, no Diário Oficial do Tocantins e no site do Cebrasp, o edital que informará a disponibilização da consulta dos locais e dos horários de realização das provas”, afirma a representante da Comissão, tenente-coronel Lorena Alfonso.

As informações sobre o concurso podem ser conferidas aqui!

Ressarcimento

Acerca do concurso anulado de 2018, será publicada em breve uma portaria prorrogando o prazo para que os candidatos possam solicitar o ressarcimento. “Isso foi necessário, porque o número de candidatos foi muito baixo, cerca de 30%. Dos inscritos nos CFOs que solicitaram o ressarcimento da taxa de inscrição, foram apenas de 42,4% e do CFSD apenas 26%. Por isso, é necessária essa prorrogação”, explicou a tenente-coronel.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.