Deputado quer que Agimiro Costa mostre beneficiários das 265 mil cestas compradas pelo Governo; gastos superam R$ 16 mi

Por Redação AF
Comentários (0)

11/06/2013 20h50 - Atualizado há 5 dias
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;"><u><strong>Arnaldo Filho</strong></u><br /> <em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br /> <br /> O Secret&aacute;rio de Estado do Trabalho e Assist&ecirc;ncia Social (Setas), Agimiro Costa, pode ter que se explicar na Assembleia Legislativa do Tocantins sobre a quantidade duvidosa de cestas b&aacute;sicas adquiridas desde o in&iacute;cio da gest&atilde;o, bem como a lista de quem foram os beneficiados.<br /> <br /> Nesta segunda-feira (11) o deputado Manoel Queiroz (PPS) apresentou um requerimento na AL, em regime de urg&ecirc;ncia, solicitando a convoca&ccedil;&atilde;o do secret&aacute;rio Agimiro Costa para prestar esclarecimentos sobre a aquisi&ccedil;&atilde;o e distribui&ccedil;&atilde;o das mais de 225 mil cestas b&aacute;sicas compradas atrav&eacute;s da Ata de Registro de Pre&ccedil;os 001/2011.<br /> <br /> <u><strong>Em estoque</strong></u><br /> <br /> O deputado quer esclarecimentos tamb&eacute;m sobre o Processo Licitat&oacute;rio 041/2013, ocorrido em 15 de maio, onde est&aacute; em fase de aquisi&ccedil;&atilde;o mais de 40 mil cestas b&aacute;sicas.&nbsp;<br /> <br /> Diante dos elevados n&uacute;meros, Manoel Queiroz questiona no requerimento quantas cestas foram entregues desse total; quantas est&atilde;o estocadas; quem as recebeu e quais os crit&eacute;rios de sele&ccedil;&atilde;o das fam&iacute;lias beneficiadas.<br /> <br /> O parlamentar questionou ainda o fato de que a Setas implantou recentemente o cart&atilde;o &ldquo;Tocantins sem Fome&rdquo; com a finalidade de substituir a distribui&ccedil;&atilde;o de cestas e permitir que o cidad&atilde;o compre os produtos de que necessita na sua pr&oacute;pria cidade<br /> <br /> O objetivo do requerimento &eacute; apurar den&uacute;ncias de favorecimento e superfaturamento na aquisi&ccedil;&atilde;o das cestas b&aacute;sicas. <em>&ldquo;Nunca na hist&oacute;ria do Tocantins se comprou tantas cestas b&aacute;sicas&rdquo;</em>, ironizou Queiroz.<br /> <br /> <u><strong>Valores gastos</strong></u><br /> <br /> S&oacute; em 2011, a Secretaria do Trabalho e Assist&ecirc;ncia Social gastou R$ 11.546.320,37 com aquisi&ccedil;&atilde;o de cestas b&aacute;sicas. Em 2012, os valores chegaram a R$ 2.918.140,00 em compras junto &agrave; empresa Stalim e Oliveira Ltda (Atacado Meio a Meio), em um total de 225.860 unidades no per&iacute;odo de um ano e seis meses.&nbsp;<br /> <br /> J&aacute; segundo informa&ccedil;&otilde;es, as 40 mil cestas ser&atilde;o adquiridas para socorrer as fam&iacute;lias castigadas pelas enchentes e secas na regi&atilde;o sudeste do Tocantins.<br /> <br /> <u><strong>O requerimento</strong></u><br /> <br /> Os deputados aprovaram a urg&ecirc;ncia do requerimento e nesta quarta-feira (12) apreciam o pedido de convoca&ccedil;&atilde;o do secret&aacute;rio Agimiro Costa.&nbsp;</span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.