Eficiência energética

Energisa investirá R$ 1 milhão no HGP para redução do desperdício de energia

Por Redação AF
Comentários (0)

04/06/2018 18h16 - Atualizado há 1 semana
Tornar o uso de energia elétrica mais eficiente contribui para a redução de consumo. Para isso, é fundamental que existam atitudes mais conscientes, melhoria das instalações elétricas e a substituição de equipamentos obsoletos por novos, mais eficientes. É exatamente isso que acontecerá com o Hospital Geral de Palmas a partir de junho, quando se tornará o primeiro hospital público do Estado a ser beneficiado pelo Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), desenvolvido pela Energisa. Serão investidos R$ 1.026.507,93 e o resultado será a economia de 470,46 MWh/ano, o que seria suficiente para abastecer 180 residências com consumo médio mensal de 220 kWh durante um ano. Quem também está recebendo recursos do programa em 2018 para a sua eficiência energética é a Associação Educacional Luterana do Brasil (Ceulp/Ulbra). Nesta terça-feira (5), às 14h, a Energisa assina o contrato para iniciar a execução da obra – que prevê a modernização do sistema de Iluminação, condicionamento ambiental e refrigeração – com a Secretaria de Estado de Saúde do Tocantins (Sesau) e a direção do HGP. Serão substituídas 5.324 lâmpadas por 3.244 pontos de iluminação de LED, com tecnologia mais eficiente. Também será realizada a substituição de 17 aparelhos de ar-condicionado nos setores que apresentam maior tempo de funcionamento dentro da unidade e ainda de oito motores utilizados para o sistema de refrigeração de água que abastece toda a unidade. O engenheiro Domingos Pinto Costa Junior, coordenador do Programa de Eficiência Energética na Energisa, explica que a iniciativa tem um papel educativo muito importante para a sociedade. “Programas como este sensibilizam nossos clientes para o uso racional de energia elétrica, além de combatermos o desperdício que resultará na diminuição do consumo com a consequente redução da conta”, comentou. Programa A Energisa Tocantins, por meio do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), aplica anualmente um percentual da receita líquida operacional para o desenvolvimento de projetos que buscam promover o uso eficiente da energia em todos os setores da economia. A ideia é incentivar o surgimento de novas tecnologias, assim como repensar práticas e costumes com foco no uso racional do recurso. No Tocantins, a captação das propostas de Eficiência Energética acontece por meio de Chamada Pública de Projetos  (CPP). O objetivo é o recebimento de propostas de projetos com foco na redução do consumo de energia por meio de ações que proponham a melhoria das instalações e do desempenho dos equipamentos elétricos, bem como ações educacionais de consumo eficiente que tenham propostas voltadas para temas como iluminação pública, poder público, comércio e serviços, entre outros. Ao todo, o Programa de Eficiência Energética investiu mais de R$ 5 milhões no Tocantins em 2017. (Ascom)

Comentários (0)

Mais Notícias

Eleições 2018

Senador das casas, Ataídes promete zerar o déficit habitacional do Tocantins

Ao todo, são 3.239 moradias, com o valor aproximado de R$ 200 milhões para 20 municípios

Fique atento

Bloqueio de celulares roubados e piratas começa neste domingo no Tocantins

A Anatel vai enviar mensagens de alerta e o bloqueio definitivo vai ocorrer a partir do dia 8 de dezembro deste ano.

Fatos inverídicos

TRE suspende programa eleitoral de Amastha e dá direito de resposta a Carlesse

O magistrado determinou que Carlesse terá 1 minuto e 09 segundos de direito de resposta.

Amor

Casal doa órgãos de filha de nove anos que morreu em hospital no Tocantins

A menina era uma criança especial e teve uma convulsão enquanto tomava banho em casa.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.