Ex-prefeito de Campos Lindos, acusado de ser mandante de homicídio, é condenado a 14 anos

Por Redação AF
Comentários (0)

30/04/2013 09h15 - Atualizado há 2 meses
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br /> <br /> Foi condenado a 14 anos de pris&atilde;o o ex-prefeito de Campos Lindos, Gilson Alves, acusado de ser o mandante do assassinato do tamb&eacute;m ex-prefeito da mesma cidade Deusimar Santana. O julgamento correu no Plen&aacute;rio do Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual, das 8 horas &agrave;s 16 horas desta segunda-feira, em Aragua&iacute;na.<br /> <br /> Mesmo condenado, e ap&oacute;s 10 anos do crime, o r&eacute;u ganhou o direito de recorrer em liberdade por n&atilde;o possuir antecedentes criminais.<br /> <br /> O crime ocorreu no dia 18 de mar&ccedil;o de 2003 em uma ch&aacute;cara a 18 km da cidade de Aragua&iacute;na. De acordo com a pe&ccedil;a criminal, os suspeitos teriam utilizaram um carro Palio, cor cinza, com placa de S&atilde;o Paulo, para chegar at&eacute; a resid&ecirc;ncia onde teria sido disparado um tiro de espingarda que atingiu o rosto do ex-prefeito Deusimar.<br /> <br /> <strong><u>O motivo</u></strong><br /> <br /> Segundo informa&ccedil;&otilde;es, a v&iacute;tima Deusimar Santana investigava supostas irregularidades na administra&ccedil;&atilde;o do ent&atilde;o prefeito Gilson Alves. Perante as desaven&ccedil;as pol&iacute;ticas, Gilson teria ent&atilde;o arquitetado a morte de Deusimar contando com a ajuda de No&eacute; Soares Ara&uacute;jo. Este, por sua vez, seria o maior interessado no crime, visto que era o principal benefici&aacute;rio dos contratos com a prefeitura, segundo a a&ccedil;&atilde;o.<br /> <br /> No&eacute; foi absolvido da acusa&ccedil;&atilde;o.<br /> <br /> Ainda conforme a A&ccedil;&atilde;o, No&eacute; teria agenciado um suposto pistoleiro identificado como Ant&ocirc;nio Martins de Almeida (j&aacute; falecido) para praticar o crime. No dia da execu&ccedil;&atilde;o Ant&ocirc;nio fraturou a perna e contratou Benedito de Souza Oliveira, que foi julgado e condenado a 18 anos,mas foi solto em 2011.<br /> <br /> Benedito ainda teria recebido pelo crime o valor de R$ 9 mil, segundo a acusa&ccedil;&atilde;o.<br /> <br /> <u><strong>Defesa ir&aacute; recorrer</strong></u><br /> <br /> O advogado de defesa do ex-prefeito Gilson Alves, Paulo Roberto da Silva, disse que ir&aacute; recorrer da decis&atilde;o do Tribunal do J&uacute;ri, alegando que seu cliente n&atilde;o tem nenhuma participa&ccedil;&atilde;o no crime.<br /> <br /> De acordo com a defesa o pr&oacute;prio Benedito de Souza Oliveira, condenado pela morte de Deusimar Santana, teria afirmado que n&atilde;o conhece o acusado e que nunca contratou nada com Gilson Alves.</span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.