Estão suspensas

Governo suspende visitas nas unidades penais e socioeducativas do Tocantins por 30 dias

A comunicação com as pessoas presas ou apreendidas vão ocorrer virtualmente.

Por Redação
Comentários (0)

05/03/2021 16h51 - Atualizado há 1 mês
Suspensão ocorre por causa da pandemia

O Governo do Tocantins suspendeu as visitas nas 33 unidades penais e nas oito unidades socioeducativas do Estado por 30 dias.

As medidas, publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa quinta-feira (4), visam evitar a transmissão da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, e preservar a saúde das pessoas privadas de liberdade, adolescentes em cumprimento de medidas, familiares e servidores das unidades.

Ainda como parte da medida de atenção devido à pandemia, além das visitas, também seguem suspensos os atendimentos presenciais de advogados e defensores públicos, entregas particulares de alimentos, atividades escolares e de assistência religiosa e de organizações da sociedade civil, bem como as transferências estaduais e interestaduais dos custodiados e dos socioeducandos.

O titular da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Heber Fidelis, destaca que todas as medidas que estão sendo tomadas seguem as orientações das autoridades em saúde.

“É importante ressaltar que a Cidadania e Justiça é responsável pela custódia de grupos vulneráveis de responsabilidade do Estado. A suspensão das visitas vem como mais uma ação de prevenção e proteção à saúde dos nossos servidores, dos custodiados, dos adolescentes em cumprimento de medida, dos familiares e da sociedade”, afirma.

Aliadas à suspensão das visitas, também adotamos outras medidas de prevenção em todas as unidades penais e unidades socioeducativas. Entre elas estão os protocolos de limpeza e higienização dos ambientes; o uso obrigatório de máscara pelos custodiados e servidores dentro das unidades; triagem em servidores, prestadores de serviços e representantes do Judiciário que precisem adentrar as unidades prisionais; distribuição periódica e obrigação do uso de EPIs [Equipamentos de Proteção Individual] e entrega de uniformes e kits de proteção individual para servidores e custodiados; além da destinação de celas e ambientes de isolamento para os novos ingressos nos sistemas, e ainda a deflagração da 2ª Temporada da operação Lockdown com 16 unidades penais aptas a receber novos presos”, finaliza o secretário Heber Fidelis.

Visitas e atendimentos jurídicos on-line

Durante o período de suspensão das visitas, visando garantir os direitos das pessoas privadas de liberdade e dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, ficam autorizados os atendimentos virtuais jurídicos mediante prévio agendamento nas unidades penais e socioeducativas.

Para os custodiados do Sistema Penal, o contato com os familiares segue por meio do projeto Televisita, que consiste em promover o encontro do preso com a família por meio de ligações telefônicas e, posteriormente, videochamadas.

No Sistema Socioeducativo, a ação ocorre de forma similar com os adolescentes tendo contato com seus familiares por videochamadas, com o objetivo de amenizar os impactos emocionais.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.