Em Gurupi

Ministro participará de audiência proposta por Kátia Abreu para debater construção da TO-500

Prevista para outubro, a audiência será realizada no âmbito da Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado.

Por Redação
Comentários (0)

05/09/2019 15h29 - Atualizado há 2 meses
Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas

A senadora Kátia Abreu (PDT-TO) se reuniu nesta quarta-feira (4) com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que confirmou sua presença na audiência a ser realizada na cidade de Gurupi. A diligência, proposta pela parlamentar, vai discutir a construção da rodovia TO-500, a travessia da Ilha do Bananal.

Prevista para outubro, a audiência será realizada no âmbito da Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado e conta com apoio dos governadores dos dois estados cortados pela TO-500, Mauro Carlesse, do Tocantins, e Mauro Mendes, do Mato Grosso.

Os presidentes da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) também deverão comparecer.

Ao lado do prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, a senadora também mobilizará as assembleias estaduais do Tocantins e do Mato Grosso e os demais prefeitos da região, além dos indígenas que vivem ali.

A construção da rodovia, chamada de Transbananal, é considerada estratégica para o escoamento da produção agrícola do Tocantins e do centro do Brasil. O trecho tem 90 km e corta a Ilha do Bananal de Formoso do Araguaia (TO) a São Félix (MT).

A construção da Transbananal tem sido discutida há anos e é de extrema importância para os dois estados porque vai criar oportunidades de alavancar o desenvolvimento de toda a região atingida pela obra”, disse a senadora. “Agradeço ao ministro Tarcísio pelo apoio nesta importante discussão que teremos em Gurupi”, completou.

Senadora Kátia Abreu

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.