Servidores do município de Santa Fé do Araguaia decidem sobre greve na educação nesta segunda

Por Redação AF
Comentários (0)

06/05/2013 09h41 - Atualizado há 3 anos
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br /> <br /> Os servidores da rede municipal de ensino de Santa F&eacute; do Araguaia se re&uacute;nem nesta segunda-feira (06) para decidir se paralisam ou n&atilde;o as atividades por tempo indeterminado. A assembleia ocorrer&aacute; na Escola Municipal Eur&iacute;pia Pereira Lopes.<br /> <br /> De acordo com os profissionais, o prefeito do munic&iacute;pio n&atilde;o est&aacute; recebendo a Comiss&atilde;o de Representantes dos servidores para apresentar as reivindica&ccedil;&otilde;es da categoria. <em>&ldquo;Diante de tentativas frustradas e da omiss&atilde;o do poder p&uacute;blico, os servidores em educa&ccedil;&atilde;o de Santa F&eacute; do Araguaia tem na greve o &uacute;ltimo recurso reivindicat&oacute;rio&rdquo;</em>, afirmam.<br /> <br /> A categoria reivindica entre outros pontos o pagamento das progress&otilde;es horizontal e vertical com os valores atualizados, visto que estes n&atilde;o s&atilde;o pagos desde o ano passado. Cobram tamb&eacute;m o reajuste imediato dos sal&aacute;rios de acordo com os percentuais da data-base e pagamento retroativo referente a 2012 e 2013; o reajuste salarial m&iacute;nimo dos servidores vinculados ao FUNDEB 40 e o pagamento do piso salarial nacional da educa&ccedil;&atilde;o.<br /> <br /> Caso o prefeito&nbsp;</span><span style="font-size: 14px;">Fleury Jos&eacute; Lopes</span><span style="font-size: 14px;">&nbsp;n&atilde;o receba os representantes da classe para discutir as reivindica&ccedil;&otilde;es, a categoria entrar&aacute; em greve por tempo indeterminado.</span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.